Luxemburgo isenta Wesley de críticas: "Estou tentando descobrir porque vaiam"
Comandante rubro-negro ainda enaltece resgate de confiança na reta final para evitar queda (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Sport até buscou, mas soma o sétimo duelo consecutivo sem vencer como mandante no Campeonato Brasileiro 2017. Nesta quinta-feira (19), na Ilha do Retiro, recebeu o Santos e ficou no empate em 1 a 1 na 29ª rodada. O placar deixou a briga contra o rebaixamento ainda mais embolada e o Leão, mesmo superior nos 90 minutos, não venceu.

Apesar de todo o empenho apresentado pelo time, o meia Wesley teve atuação questionada pelos rubro-negros mais uma vez e deixou o jogo ainda durante o intervalo, com o jovem Juninho entrando em sua vaga. Vanderlei Luxemburgo, entretanto, ignorou as críticas da torcida para o meio-campista, mas valorizou o incentivo.

"Não queria que minha equipe fosse vaiada, porém eu estou tentando descobrir por que fizeram isso com ele. Tirei ele para colocar a torcida do nosso lado mas, ao meu ver, ele não jogou mal. Quando cheguei, vi uma banda (Treme-Terra) por ali e foi algo diferente. Foi demais e eles estão de parabéns", declarou o comandante leonino, que exaltou festa promovida nas arquibancadas.

Após conseguir efeito suspensivo, Diego Souza comandou o ataque rubro-negro no empate na Ilha (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Depois de efeito suspensivo, Diego Souza comandou o ataque no empate na Ilha (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"A torcida passou uma energia boa e positiva para dentro do campo. O time também correspondeu, ao atuar forte e bem, já que tivemos uma sintonia ótima. Foi uma Ilha que estamos acostumados a ver em jogos decisivos e o torcedor ajudou a sair com o empate. Poderíamos até ter saído com um resultado melhor, se não fosse o Vanderlei", completou, citando a dedicação do elenco em buscar sair vitorioso.

"Nas circunstâncias, temos que valorizar o empate e é melhor empatar do que perder em casa. Lá na frente, o ponto pode vir a ser importante para nós e foi resultado bom devido ao prejuízo do primeiro tempo. O empate foi contra o vice-líder, que tem qualidade e nosso campeonato mudou um pouco. Teremos ir jogo a jogo e encarando como decisões, mas o resultado não me preocupa, pois estamos confiantes e jogando bem", encerrou Luxemburgo.

Os pernambucanos voltam a campo, pela 30ª rodada do Brasileirão, já nesse fim de semana. A equipe vai a Curitiba para enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixada no domingo (22), às 17h (de Brasília), tentar se distanciar cada vez mais da zona de rebaixamento, já que ocupa a 14ª posição e soma 35 pontos, três a mais à frente do primeiro rival no Z-4.

VAVEL Logo