Valentim se mostra contente com evolução do time: "Assimilaram a nossa ideia de jogo"

O Verdão embalou sua terceira vitória seguida em jogo contra o Grêmio na Arena do rival

Valentim se mostra contente com evolução do time: "Assimilaram a nossa ideia de jogo"
Alberto Valentim durante entrevista concedida na Academia (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Neste domingo (22), o Palmeiras foi até Porto Alegre visitar o Grêmio em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida acabou em vitória do Alviverde por 3 a 1, sendo que todos os gols ocorreram no segundo tempo. Logo na volta do intervalo, a "Lei do ex" agiu e o time paulista abriu o placar aos 3 minutos com Dudu. Seis minutos depois, em chute muito forte de Moisés, a bola entrou, mas antes tocou o travessão. Aos 17 minutos, Dudu fez seu segundo gol. Michel fez o tento gremista aos 33 minutos, mas não animou tanto o Tricolor Gaúcho.

Na coletiva pós jogo de Alberto Valentim, ele opinou sobre a partida: “Jogo difícil, na casa do adversário. Jogamos contra o segundo colocado, já sabíamos que seria difícil. O primeiro tempo foi muito equilibrado, não estávamos conseguindo jogar, não estávamos achando espaço no campo defensivo deles. Nós fizemos alguns ajustes no intervalo para que isso acontecesse e a gente criasse mais ocasiões de gol."

“Nós temos que lembrar que tivemos jogo quinta-feira, então tinha um desgaste físico. A ideia era que a gente ficasse o maior tempo possível com a posse de bola. Lógico que para fazer gols, mas também para que nos desgastássemos menos. Quando você tem um time com vários jogadores que não estão jogando sempre (caso do Grêmio), a tendência é que eles sintam a falta de ritmo".

Valentim foi o comandante do Palmeiras em três jogos: fez 8 gols e tomou 2. Quando perguntado sobre a defesa do time, ele se mostrou satisfeito: "Na fase defensiva eu gostei muito do nosso time, muito bem organizado. Falo para os jogadores, às vezes uso o termo 'sofrer'. Às vezes, durante o jogo, você vai sofrer pressão do adversário, talvez você não consiga sair para o campo ofensivo, e terá que suportar um pouquinho se defendendo bem. E nós fizemos isso bem”, disse.

Perguntado sobre o desempenho do time nas partidas que comandou, o técnico interino comentou que o time tem que melhorar muito sob seus comandos ainda: "Na última coletiva, me perguntaram onde a gente tem que melhorar e do que eu gostei. Eu estou gostando de tudo, mas a gente tem uma margem de melhora muito grande. Os jogadores sabem disso. Da forma que a gente trabalha, o que eu tenho pedido, a gente tem melhorado muito em fase defensiva e ofensiva. A gente está a cada dia melhorar, mas ainda precisa melhorar muito".

"Eu conversei com o grupo na primeira conversa, e foi a nossa última conversa antes de vir para o estádio também, que nós precisávamos, dentro das conversas e dentro dos poucos treinamentos que tivemos, procurar assimilar o mais rápido possível a nossa ideia de jogo, o que eu entendo de um time organizado, com posse de bola, com padrão, controle do jogo... Eles estão fazendo muito bem."

Além de falar sobre o grupo, o técnico interino também teve que se posicionar a partir do individual de dois jogadores: Borja e Dudu. O primeiro, foi titular no jogo contra o Grêmio e atuou como centroavante, já que Willian se machucou na partida anterior, contra a Ponte Preta. O colombiano foi muito elogiado nas redes sociais e participou bastante do jogo. Alberto se expressou: "O discurso que falei para todos, em relação à parte tática e entrosamento, serve também para o individual. E muito para o Borja, que não estava se encontrando bem, que estava com dificuldade para jogar, que não estava atuando bem nos minutos em que jogava."

"É um jogador que a gente está tendo uma atenção, não maior, mas estamos tentando fazer com que ele entenda os movimentos que ele tem que fazer na fase defensiva. Ele tem que fazer parte da defesa. Posicionado como atacante, mas precisa entender que a fase defensiva começa por ele, que é nosso jogador mais alto, enfim... Está de parabéns porque tem entendido que precisa melhorar"

Quando teve de falar sobre Dudu, atacante que fez um ruim primeiro tempo, mas se destacou no segundo com seus gols, Valentim deixou claro a importância do jogador: "O Dudu é um dos pilares do nosso time, um jogador que tecnicamente tem nível de Seleção, foi convocado recentemente. Tem nos ajudado muito, entendeu a forma que nós gostamos que ele se movimente sem a posse de bola. É um jogador extraordinário, a gente já sabe das qualidades técnicas dele. E fico muito feliz por ele ter feito gols, porque tem se doado muito quando a gente não tem a bola".

Por fim, Valentim mostrou cautela quanto a felicidade do pós jogo: "Somamos mais três pontos, agora temos o Cruzeiro, outro time que está em cima na tabela. Vai ser mais difícil do que contra o Grêmio". "Temos agora uma semana cheia, e temos obrigação de fazer com que esse salto de qualidade que está acontecendo jogo após jogo seja ainda maior contra o Cruzeiro", finalizou.

O Palmeiras volta aos gramados na segunda-feira (30) para enfrentar o Cruzeiro, no Allianz Parque, às 20 horas.