Abel elogia postura do Fluminense, mas lamenta empate do Bahia: "Jogaram por uma bola"
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Empate ruim para os dois lados. Com a mesma pontuação, Fluminense e Bahia ficaram no 1 a 1, no Maracanã, e se atrapalharam na reação no Campeonato Brasileiro. Apesar do placar amargo, o Tricolor foi dominante durante boa parte da partida, mas não conseguiu converter sua superioridade em gols. Pelo menos é o que pensa o técnico Abel Braga, que comentou sobre a postura do rival baiano no Rio de Janeiro.

''Pela escalação deles estava bem claro que iam jogar por uma bola, contra-ataque, erro de passe. E assim sofremos o gol. Depois passamos cinco minutos complicados e começamos a rodar a bola. E tivemos o domínio e veio o empate. O Paulo já tirou um meia e colocou um volante logo''

Abel Braga lamentou também ter sofrido o primeiro gol. O treinador faria duas alterações caso fosse para o intervalo atrás no placar, mas Gustavo Scarpa conseguiu empatar. O treinador elogiou o domínio na primeira etapa e concordou com a postura do Bahia.

''Nosso domínio era grande. Mas foram dois jogos (Fla e hoje), que meu goleiro quase não fez defesas. Meu goleiro não é exigido, ficamos com a bola e também não exigimos o goleiro adversário. O Bahia tinha uma proposta de que o empate era bom. Para nós era ruim. Se termina o primeiro tempo perdendo eu ia mexer duas vezes''

Confira outras resposta de Abel Braga:

Matheus Alessandro: ''A entrada do Matheus Alessandro ia complicar o lateral, que já tinha amarelo. Mas ele levou a pancada na lombar e saiu. Não foi nada grave. Mas infelizmente teve de sair. Faltou ser mais agudo, levantamos muitas bolas. Eles defendem bem a bola aérea. Tivemos o domínio, mas erramos muito. Seguimos na mesma situação, não podemos reclamar do torcedor. Vieram e incentivaram''.

Gustavo Scarpa: ''Se o cara vai pra arquibancada pega amarelo, se tirar a camisa leva amarelo. Ele tinha errado, torcedor vaiou e ele não quis comemorar. Faz parte. Scarpa é um jogador genial. É quem tenta, não desiste, correu muito. Quem mais tenta é quem mais erra. Torcedor sabe o jogador que ele é, o que representa''.

Não conseguir viradas no Brasileirão:  ''Sair na frente é sempre bom, eu queria sempre sair. Dá uma tranquilidade grande. Fluminense e Vasco tínhamos o domínio total e absoluto. Veio o erro de passe e o Vasco fez 1 a 0. Virou uma equipe diferente e não conseguimos mais empatar. Pode ser coincidência, mas está sendo difícil''

Sofrer o primeiro gol: ''Não sei explicar o motivo. Quando o momento não é bom, o gol abala. Conseguimos melhorar, empatar e terminamos o primeiro tempo muito bem. Mas no segundo tempo eles neutralizaram a maioria dos nossos ataques''

Jogos decisivos:  ''O Brasileiro não vai ter um jogo que não seja decisivo. Não tem. Vamos jogar com uma equipe muito forte, uma equipe que tem a vantagem. E isso aumenta a responsabilidade deles. Podemos reverter com qualquer vitória. Vou procurar colocar a melhor equipe. Eles tem uma responsabilidade maior pela vantagem. Vamos tentar fazer um jogo bom''

Matheus Alessandro:  "As dificuldades são grandes. Matheus Alessandro tem qualidade. Foi mal de lateral na Primeira Liga, mas foi culpa minha. Dei um tempo nele, começou a melhorar na posição dele. Ele é agudo, folga, atrevido. Pena que se machucou na primeira bola. Alguém me falou que o Sornoza sentiu algo também, mas eu já tinha feito as três alterações. É sofrer até o final. Todos estão sofrendo''.

Questões físicas: ''Se você olhar sem qualquer tipo de comprometimento real. Analisar jogador por jogador. Tem jogador que deu uma queda pela sequência. Vai perguntar quem está bem para quarta? Estão bem. Mas a fisiologia mostra que alguns estão desgastados. O exame mostra onde a inflamação está maior. Dourado não pegou a Chape, por exemplo. Num Fla-Flu todos vão querer jogar''.

Descanso para o Fla-Flu: ''Tem posição que dá para suprir legal, em outras são mais complicado. Amanhã é gelo, terça é musculação para ativar os músculos, vai para o jogo sem treino. Sabendo que o adversário teve 24 horas a mais e muito mais opções no elenco. Essa é a realidade''.

VAVEL Logo