Contra Palmeiras, capitão Henrique chega à marca de 400 jogos com camisa do Cruzeiro
Foto: Washington Alves/Cruzeiro

Títulos, decepções, alegrias e muita história para contar. O volante Henrique alcançou uma marca expressiva com a camisa do Cruzeiro nesta segunda-feira (30), no empate em 2 a 2 com o Palmeiras, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O meio-campista disputou seu jogo de número 400 com as cores do time celeste.

O atual capitão do Cruzeiro está em sua segunda passagem pela Raposa. Ele chegou pela primeira vez em 2008, vindo do Jubilo Iwata por empréstimo. A equipe japonesa foi a primeira e, até então, única experiência internacional do volante, revelado pelo Londrina em 2004. O contrato em definitivo de Henrique com o clube mineiro foi assinado em 2009.

Após 180 partidas e 12 gols marcados pelo time celeste, Henrique foi negociado com o Santos e jogou sua primeira temporada com a camisa da equipe da Vila Belmiro em 2011. Pelos paulistas, foram 71 jogos e dois gols anotados até o fim de 2012.

Em 2013, Henrique retornou ao Cruzeiro para a sua segunda passagem pelo clube mineiro, mas atuou apenas nove vezes na temporada. A titularidade do volante veio no ano seguinte e, desde então, não saiu mais da posição. Há três temporadas, o atual capitão celeste é peça recorrente entre os 11 principais da Raposa.

Com o Cruzeiro, nesses 400 jogos, Henrique viveu muitas histórias. O volante foi bicampeão brasileiro nas temporadas 2013 e 2014, ano em que levou também o Campeonato Mineiro. Em 2017, o meio-campista foi responsável por levantar o troféu de campeão do time na Copa do Brasil, honrando a faixa de capitão que carrega no braço. Henrique soma, portanto, três títulos nacionais e um estadual.

O volante ficou no "quase" na Libertadores de 2009. Edição dramática  para o clube mineiro, o torneio continental de oito anos atrás escapou das mãos da Raposa. Henrique chegou a marcar na decisão da competição mais importante do continente, fazendo 1 a 0 no Mineirão, mas Gastón Fernández e Boselli viraram para o Estudiantes.

Henrique segue vestindo a camisa do Cruzeiro e pode, ainda em 2017, ultrapassar o ex-lateral-direito Pedro Paulo, que disputou 405 jogos pela Raposa nas décadas de de 1960 e 1970. O time celeste tem ainda sete partidas para disputar no ano.

VAVEL Logo