Especulado no Cruzeiro, Rodrigo Bogarín desconhece interesse: "Ninguém me disse nada"
Bogarín tem 20 anos e vem fazendo uma boa temporada pelo Guarani-PAR (Foto: Divulgação)

A imprensa esportiva do Paraguai levantou um nome que pode reforçar o Cruzeiro na próxima temporada. No país vizinho, o meia Rodrigo Bogarín, do Guarani, está sendo especulado na Raposa. Ele tem 20 anos, foi revelado pelas categorias de base do clube paraguaio e tem atraído atenções em sua equipe.

Em contato com a VAVEL Brasil, Rodrigo Bogarín confirmou que ouviu rumores sobre um interesse do clube mineiro no Paraguai, mas que não recebeu nenhuma proposta. "Sim, a mídia paraguaia falou isso, escutei dizendo por aqui, mas não estou ciente de nada. Ninguém me disse nada, nem o presidente nem meu representante", comentou. Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, afirmou à VAVEL Brasil que não procede o interesse celeste.

Aos 20 anos, o jogador foi revelado em 2014 pelo próprio Guarani, clube no qual permanece até hoje. O atleta tem contrato com o time paraguaio até 2020 e foi enfático ao ser questionado se estima jogar fora de seu país. "Sim, claro que gostaria. Estou trabalhando para que isso aconteça", pontuou.

O Guarani foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores deste ano pelo River Plate. A equipe está disputando o torneio Clausura do Campeonato Paraguaio, pelo qual jogará a 17ª rodada de 22 compromissos no próximo domingo (5), contra o Nacional. "A verdade é que estou muito envolvido no  torneio que estamos disputando aqui. Estamos em fase decisiva", disse.

O jovem fez 33 partidas na atual temporada e marcou 12 gols pela equipe paraguaia. Foram 13 jogos pela Apertura, 16 pela Clausura, além de quatro pela Libertadores. O meia apontou versatilidade em seu posicionamento dentro de campo. "Eu sou destro, mas não tenho problemas em jogar pelo lado esquerdo. Em vários jogos, atuei pela esquerda e pela direita", contou.

Além do Cruzeiro, São Paulo e Palmeiras também estariam interessados em Rodrigo Bogarín. Quando foi indagado sobre o fato de três grandes do Brasil possivelmente estarem de olho em seu futebol, o meia paraguaio voltou a afirmar que não recebeu nada da dupla paulista também. 

VAVEL Logo