Dourado marca, Flamengo vence Botafogo e encara Boavista na final da Taça Guanabara

Partida conta com golaço de Vinícius Júnior e confusão após gesto de 'chororô' do jovem camisa 20; alvinegro voltará a atuar daqui 11 dias, na estreia da Taça Rio

Dourado marca, Flamengo vence Botafogo e encara Boavista na final da Taça Guanabara
Gol de Dourado ajudou Flamengo a se classificar para a final da Taça Guanabara (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Flamengo
3 1
Botafogo
Flamengo: César; Pará, Réver (Min. 25, Jonas, 2ºT), Juan (Min. 00, Rhodolfo, 2ºT) e Renê; Cuéllar; Lucas Paquetá (Min. 31, Vinícius Júnior, 2ºT), Diego, Everton e Everton Ribeiro; Henrique Dourado; Técnico: Paulo César Carpegiani
Botafogo: Jefferson; Arnaldo; Marcelo, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes; João Paulo e Leo Valencia; Rodrigo Pimpão (Min. 10, Ezequiel, 2ºT), Brenner (Min. 19, Kieza, 2ºT) e Luiz Fernando. Técnico: Felipe Conceição
Placar: 1-0, Min. 35, Everton, 1ºT; 2-0, Min. 03, Henrique Dourado, 2ºT; 2-1, Min. 23, Kieza, 2ºT; 3-1, Min. 48, Vinícius Júnior, 2ºT
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Luiz Cláudio Regazone e Thiago Henrique Neto. Cartões amarelos: Cuéllar e Vinícius Júnior (Flamengo); Gilson, Matheus Fernandes, João Paulo e Ezequiel (Botafogo)
INCIDENCIAS: Partida válida pela semifinal da Taça Guanabara do Campeonato Carioca,disputada neste sábado (10), no estádio da Cidadania, em Volta Redonda/RJ. Público: 6.955 presentes / Renda: R$ 257.600,00

No sábado (10) de Carnaval, Flamengo e Botafogo desfilaram pelo bloco dos semifinalistas da Taça Guanabara. E quem vai enfrentar o Boavista na decisão do próximo domingo (18), às 17h, é o Rubro-Negro, que levou a melhor no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda/RJ, por 3 a 1, com gols de EvertonHenrique Dourado, estreante da tarde, e Vinícius Júnior. Kieza descontou para o alvinegro.

O revés marca a segunda eliminação do Botafogo nesta semana. Na última quarta-feira (7), o alvinegro já havia dado adeus à Copa do Brasil após ser derrotado pelo Aparecidense. Agora, o técnico Felipe Conceição terá 11 dias para deixar a casa em ordem até a estreia na Taça Rio, contra o Nova Iguaçu, no próximo dia 22, às 19h30, em local ainda a ser definido.

Flamengo aproveita apatia do Botafogo e abre o placar

A partida começou com o Botafogo apresentado uma marcação alta, dificultando a saída de bola do Flamengo. A equipe rubro-negra, no entanto, soube se livrar dos adversários e partiu para cima. O time de Carpegiani buscava a todo momento Henrique Dourado pelo alto. O estreante da tarde chegou a pedir pênalti em uma dividida, mas a arbitragem nada marcou.

A marcação do Botafogo visava, sobretudo, o setor de armação do Flamengo, que sempre tinha espaço para atacar pelo lado direito. Foi de bola parada que o Rubro-Negro passou perto de abrir o placar: Diego cobrou falta na área e Henrique Dourado cabeceou rente à trave esquerda de Jefferson. E a blitz não parou por aí. Aos 24', em tentativa de levantamento de Lucas Paquetá na área, Igor Rabello cabeceou para cortar, mas mandou contra o próprio gol. Jefferson teve que se esticar para salvar.

Os sustos do Flamengo pareciam não ter fim. Aos 27', Paquetá cobrou falta da entrada da área e acertou o travessão de Jefferson. Nesse momento, o goleiro do Botafogo se desesperava na meta ao ver que o time não conseguia mais ultrapassar a linha do meio-campo. Na sexta finalização rubro-negra da partida, aos 35', veio o gol: Diego levantou na área para Everton, sozinho, cabecear e balançar as redes: 1 a 0.

Antes do fim da primeira etapa, o Flamengo ainda teve mais duas oportunidades: a primeira com Pará, que finalizou após bela jogada de Paquetá, e mandou a bola rente à trave. A segunda ficou por conta de Everton, que passou pela marcação na esquerda e arrematou para a defesa de Jefferson.

Reforços marcam primeiros gols em seus clubes

Nada mudou para a segunda etapa. O Botafogo apenas assistiu o Flamengo jogar. Logo no primeiro minuto, Paquetá, em tabela com Everton, recebeu dentro da área e bateu de primeira, mandando por cima da meta de Jefferson. Dois minutos depois veio o segundo gol Rubro-Negro: Paquetá levantou para Henrique Dourado na área, que escorou com a perna direita para fazer sua primeira 'ceifada' no novo clube e ampliar o placar: 2 a 0.

Apático, o Botafogo assistia o Flamengo trocar passes dentro da área de ataque. Já era possível ouvir gritos de 'olé' aos 13'. Cinco minutos depois, mais um susto rubro-negro: Diego cabeceou após cruzamento de Pará por cima do gol alvinegro. Mas, aos 23', Renatinho puxou contra-ataque e lançou Kieza, que ganhou de Réver na velocidade e encheu o pé para fazer seu primeiro gol pelo Glorioso e diminuir a diferença para 2 a 1.

Após o gol, o Botafogo passou a buscar mais a bola, dificultando as ações do Flamengo. Mas, na reta final da partida, o Rubro-Negro passou a administrar a posse de bola novamente e criou algumas oportunidades, uma delas no último minuto e convertida por Vinícius Júnior, que bateu colocado de fora da área e mandou no ângulo de Jefferson para dar números finais à partida: 3 a 1. Após o gol, o camisa 20 fez gesto de 'chororô' aos botafoguenses. Uma pequena confusão se formou em campo e o jogador foi punido com cartão amarelo.

Agora, o Flamengo terá a oportunidade de repetir o feito de 2011, quando venceu o Boavista na final da Taça Guanabara por 1 a 0, com gol de Ronaldinho Gaúcho.