Interino, Thiago Larghi vê resgate de confiança no Atlético após vitória e despista sobre 'promoção'

Triunfo sobre o América por 3 a 0 na sétima rodada do Mineiro fez o alvinegro se recuperar, chegar a 11 pontos e subir para a terceira posição do Campeonato Mineiro

Interino, Thiago Larghi vê resgate de confiança no Atlético após vitória e despista sobre 'promoção'
Com mais tempo para comandar os treinos, Thiago Larghi apresentou um time mais aplicado taticamente (Foto: Atlético-MG/Divulgação)

O Atlético-MG venceu o duelo contra o América-MG por 3 a 0 na Arena Independência neste domingo (18). A partida, recheada de lances polêmicos, garantiu tranquilidade ao treinador interino Thiago Larghi. Esta foi a primeira vitória do técnico desde que assumiu o Galo desde a demissão de Oswaldo de Oliveira.

Durante os treinamentos da semana, o profissional de 37 anos não escondeu a preocupação com o time alviverde. Ao reconhecer as boas peças do Coelho, o técnico criou um esquema impor jogo contra a marcação da equipe de Enderson Moreira. Em coletiva concedida depois do jogo, o interino justificou suas escolhas.

“O grupo, hoje, nos proporciona velocidade bastante acentuada. A gente tem jogadores rápidos pelos lados. Foi questão de respeito pelo adversário, pois a gente sabia que tinha uma equipe qualificada, com boa posse de bola. A gente tinha que defender, se aplicar bem na defesa para não sofrer gol. A gente não sofrendo gol, a gente sabe que a chance de marcar um gol é grande, com nosso time qualificado como é. Graças a Deus, conseguimos”, analisa.

A vitória na sétima rodada faz o alvinegro se recuperar, chegar a 11 pontos e subir para a terceira posição no Campeonato Mineiro. Larghi exaltou a força de vontade dos atletas no triunfo. “A vitória é boa porque resgata confiança. O grupo treinou muito bem durante a semana, se aplicou, todos estão de parabéns. Houve muita aplicação nos treinamentos, eles compreenderam a ideia e, principalmente, vieram para jogar um jogo difícil, sabedores da dificuldade que seria e que o América tem um grande time. O empenho deles é que foi fundamental para isso acontecer”, destacou.

Apesar do placar elástico do alvinegro, o jogo foi marcado pelas polêmicas envolvendo a arbitragem. O assistente Guilherme Dias Camilo assinalou um gol duvidoso para o Atlético e deixou de marcar um para o América em lance semelhante. Questionado, Larghi preferiu se esquivar do tema.

“É um assunto muito delicado falar da arbitragem. Eu ainda nem vi o lance, então não tenho uma opinião formada. Eu prefiro dizer que não tenho opinião sobre a arbitragem, prefiro não falar sobre a arbitragem, porque é uma situação diferente”, disse.

A goleada por 3 a 0 não deu moral só para o auxiliar técnico, mas também para Tomás Andrade. O argentino fez sua estreia com a camisa alvinegra em grande estilo e foi decisivo para o triunfo do alvinegro. No Galo desde janeiro, o meia canhoto conquistou sua primeira oportunidade com o interino.

“O Tomás é um jogador que vem trabalhando no dia a dia, passo a passo. Ele tem muita qualidade. Chegou aqui com o trabalho de observação do Bernardo (Motta, observador técnico), do (Alexandre) Gallo juntamente, o apoio de toda a diretoria, que não mediu esforços para trazê-lo. É um jogador que tem muita qualidade. A gente acreditava nisso. Sabia que era a hora (de colocá-lo em campo)”, explicou o técnico.

'Promoção'

Sabe-se que, depois de uma série de tentativas frustradas de encontrar um novo comandante para a equipe alvinegra, o nome de Larghi vem ganhando força internamente para assumir, de vez, o cargo de treinador no Galo. O profissional foi perguntado a respeito de uma suposta ‘promoção’. Novamente, Thiago preferiu evitar o assunto e, ainda, agradeceu o apoio de Oswaldo de Oliveira.

“Sinceramente, não [pensar na promoção]. Agradeço à diretoria pelo convite novamente de continuar como auxiliar do clube. Faço aqui menção ao Oswaldo, que foi a primeira pessoa que eu liguei. Dedico essa vitória também ao Oswaldo, porque deu total apoio para eu ficar aqui. A confiança da diretoria, o apoio que o Oswaldo deu. Mas eu me vejo ainda como auxiliar do clube. Espero ocupar este espaço bem, porque é um grande clube. É uma honra para mim vestir este escudo aqui”, despistou.

Thiago inicia a semana como treinador. Tudo indica que ele seguirá no comando do Atlético em seu próximo compromisso, que será contra o Botafogo-PB, pela Copa do Brasil. A partida acontecerá na quarta-feira (21), às 21h45, no Almeidão, em João Pessoa, na Paraíba.