Bahia vence Atlântico no último minuto e mantém sequência positiva na temporada

Esquadrão de Aço sofreu para conquistar três pontos diante do último colocado do Baianão; torcida desaprovou atuação com vaias ao fim do jogo

Bahia vence Atlântico no último minuto e mantém sequência positiva na temporada
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia
2 1
Atlântico
Bahia: Rafael Santos; João Pedro, Douglas Grolli, Tiago e Léo; Gregore e Elton; Allione (Marco Antônio, min. 83), Régis (Élber, min. 55) e Zé Rafael; Kayke (Júnior Brumado, min. 61). Técnico: Guto Ferreira
Atlântico: Deivisson; Michel, Alan Gesteira, Alan Abdala (William, min. 66) e Vicente; Antônio Carlos (Ruan Carlos, min. 76), Jean Carlos, Bida e Ruan Magno; Vitinho (Meidson, min. 57) e Matheus. Técnico: Eduardo Bahia.
Placar: 1-0, Zé Rafael, min. 5. 1-1, Jean Carlos, min. 37. 2-1, Elton, min. 93.
ÁRBITRO: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (BA), auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA) e Carlos Eduardo Bregalda Gussen (BA) | Cartões amarelos: Léo (BAH, min. 59), Antônio Carlos (ATL, min. 70), Deivisson (ATL, min. 71), Michel (ATL, min. 74), Vicente (ATL, min. 85), Zé Rafael (BAH, min. 86) e Tiago (BAH, min. 87) | Cartão vermelho: Ruan Magno (ATL, min. 92)
INCIDENCIAS: Partida válida pela sétima rodada do Campeonato Baiano 2018, disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA

A boa sequência de resultados animou o Bahia. Mais tranquilo e com o elenco mais entrosado, o duelo contra o último colocado Atlântico poderia ser considerado uma partida para somar três pontos com tranquilidade e o embalo na temporada. O resultado positivo e a boa sequência se mantiveram, mas foi a duras penas. O Tricolor venceu no último minuto por 2 a 1. Zé Rafael e Élton marcaram os gols do Esquadrão, enquanto o Tubarão descontou com Jean Carlos. O jogo foi realizado na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA, na tarde deste domingo (25), válido pela sétima rodada do Campeonato Baiano.

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, colocou praticamente todo o time reserva. Jackson está no departamento médico, Edson, Vinícius, Lucas Fonseca e Rodrigo Becão cumpriram suspensão por terem sido expulsos no último Ba-Vi. Tiago, Gregore, Zé Rafael e Kayke foram os remanescentes do jogo contra o Náutico, disputado na última quinta-feira (22). Mas o time não sentiu a diferença nos minutos iniciais. Logo aos cinco minutos, Zé Rafael cobrou falta na meia-lua, no canto direito de Deivisson para abrir o placar. O panorama do jogo não era dos melhores. Bahia jogava em ritmo lento, enquanto o Atlântico fechou a marcação e apostava apenas nos lançamentos que, em sua maioria, não davam certo. O jogo voltou a ter ritmo acelerado e quem aproveitou melhor a oportunidade foi o Tubarão. Aos 37 minutos, Ruan Magno recebeu de Michel e cruzou por baixo. Matheus finalizou em cima do goleiro Rafael Santos. No rebote, Jean Carlos completou para o gol vazio e para empatar o jogo.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

No segundo tempo, o panorama do primeiro foi mantido. Só que o Atlântico se animou em busca da virada e quase conseguiu com o experiente Bida, que arriscou de longe para a defesa de Rafael Santos. O Bahia respondeu depois. Léo cruzou e Kayke não chegou a tempo de completar o lance. Alterações e cartões foram os protagonistas em boa parte da etapa complementar, que voltou a ter ânimo justamente nos minutos finais. Aos 47, Gregore foi lançado e cruzou na área. Deivisson soltou a bola, Júnior Brumado tentou pegar o rebote, mas o goleiro conseguiu se recuperar. No minuto seguinte, o lance capital. Após falta cobrada na área, Deivisson saiu mal e Élton aproveitou a liberdade que tinha para marcar e dar a vitória ao Bahia.

Com o resultado, o Bahia permanece na terceira posição do Campeonato Baiano, com 14 pontos, dois atrás do líder e arquirrival Vitória. Por outro lado, a situação do Atlântico é tensa. O time somou apenas um ponto em toda a competição. Os times voltam a entrar em campo no próximo domingo (4). O Atlântico encara o Bahia de Feira no Joia da Princesa, em Feira de Santana, às 16 horas. Às 17h, será a vez do Bahia entrar em campo e medir forças contra a Juazeirense, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro/BA.