Notas: Leo Valencia volta a decepcionar e Rabello é destaque negativo contra Flamengo
Igor Rabello sobe errado e deixa Rhodolfo cabecear no lance do gol (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Botafogo não teve grandes destaques individuais contra o Flamengo. Em partida decidida com um gol irregular de Rhodolfo e diversas decisões muito questionáveis da arbitragem, o Alvinegro acabou derrotado por 1 a 0 e deixou o campo com seu primeiro revés sob o comando de Alberto Valentim. Vamos às notas.

Gatito Fernández - Nota 5,5: Pouco foi exigido durante a partida. Esteve seguro quando necessário. No gol, estava bem colocado, mas a cabeçada de Rhodolfo era praticamente impossível de ser defendida.

Marcinho - Nota 6: Sofreu com a marcação de Lucas Paquetá e Éverton pela direita, mas foi uma boa opção de ataque quando pôde atuar ofensivamente.

Marcelo - Nota 6: Não comprometeu na defesa e teve a melhor chance do Botafogo na segunda etapa, aproveitando cobrança de escanteio para acertar linda cabeçada, que parou em defesa sensacional de Diego Alves.

Igor Rabello - Nota 4,5: No geral, não fez uma péssima partida, mas o gol do Flamengo, ponto-chave do jogo, foi todo na sua conta. Fez a falta, boba, sobre Dourado e falhou na marcação de Rhodolfo.

Moisés - Nota 5: Mostrou muito vigor físico e disposição. Mas além disso, acabou deixando a desejar.

Rodrigo Lindoso - Nota 5,5: O adjetivo para descrever a atuação de Lindoso é "discreto". Pouco teve seu nome aparecendo durante a partida.

João Paulo - Nota 6: A cada jogo, o meio-campista prova que é o ponto mais forte do time alvinegro. Sem ele, a bola pouco roda e a movimentação da equipe fica extremamente prejudicada. Apesar disso, fez hora extra em campo. Deu duas pancadas em Paquetá na primeira etapa e nem foi punido com cartão amarelo. Acabou sendo advertido na última metade de jogo.

Leo Valencia - Nota 4: Se movimentou, tentou, e errou praticamente tudo que fez com a bola nos pés. Tomou decisões erradas e forçou jogadas que tinham probabilidade ínfima de dar certo. O chileno segue sua fase ruim. Nem em bolas paradas conseguiu ter bom aproveitamento. Saiu no segundo tempo para entrada de Marcos Vinicius.

Rodrigo Pimpão - Nota 4,5: Como sempre, voluntarioso, mas pouco conseguiu produzir no ataque. Acabou sendo substituído depois de cortar o supercílio em choque de cabeças com Jonas.

Ezequiel - Nota 5,5: Pouco acionado no primeiro tempo, criou a melhor chance do Alvinegro em jogada individual, driblando dois defensores e finalizando para boa defesa de Diego Alves, mas acabou substituído no intervalo.

Kieza - Nota 5,5: Não teve grandes oportunidades, mas chegou a balançar as redes do Flamengo, com bela cabeçada em jogada de bola parada. O gol acabou anulado.

Leandro Carvalho - Nota 4,5: Entrando no lugar de Ezequiel, até conseguiu uma finalização de longe que parou em defesa de Diego Alves, mas foi mal. Protagonizou lance bizarro em que deixou a bola passar por achar que estava impedido. Estava em posição legal.

Marcos Vinicius - Nota 5: Em um segundo tempo com pouquíssima criatividade e jogando num time que dependia de bolas paradas, pouco conseguiu encontrar espaços.

Brenner - Sem nota: Teve menos de dez minutos com bola rolando dentro de campo.

VAVEL Logo