Recordar é Viver: Viradas no placar e gol salvador de Dedé decretam vitória vascaína
Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

Há 5 anos, o Vasco enfrentava o  Fluminense em jogo válido pela semi-final da Taça Guanabara, no Estádio Nilton Santos. Por conta da campanha realizada na fase anterior da Competição, o time de São Januário poderia apenas empatar para chegar na final. Desse modo, o Tricolor das Laranjeiras começou a pressionar a defesa vascaína logo no início de partida.

No primeiro minuto de jogo, Thiago Neves tabelou com Fred e chutou na trave, esquentando o goleiro vascaíno Alessandro. Mesmo sendo atacado, a equipe vascaína, sob o comando do técnico Gaúcho, não ousou criar contra-ataques e errava muitos passes. Em consequência disto, Diego Cavalieri teve que trabalhar em apenas um lance, já no final da primeira etapa. Já o arqueiro cruzmaltino operou belas defesas e um milagre, num chute a queima-roupa do zagueiro Anderson.

Com o início da etapa complementar, o Vasco entrou com uma postura bem diferente em relação à primeira etapa. A pressão tricolor já não surtia mais seu e, aproveitando muito bem os contra-ataques, o Gigante da Colina abriu o placar aos 25 minutos, em uma jogada de velocidade de Éder Luís pela ponta, onde cruzou para Bernardo finalizar e marcar o seu gol. A vantagem que já era boa, passou a ser bem considerável. Contudo, em uma cobrança de lateral, Rhayner tenta o domínio da bola e erra. Na sequência, Thiago Neves aproveita a sobra e empata a partida aos 32 minutos.

Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

Psicologicamente abalado com o empate, a equipe vascaína recuou demais, com o objetivo de manter o resultado, todavia, aos 34 minutos, Wellington Paulista recebe um cruzamento de Rhayner e coloca o Flu na frente. Com a aparência de que a vaga para a final estava concretizada, o time de Abel Braga sofreu um grande baque: Em um cruzamento forte sem direção de Dakson para a área, o atacante Romário (não o baixinho) mergulhou para marcar o segundo gol cruzmaltino, aos 39 minutos. Após dois minutos do empate, em outra jogada de cruzamento, o zagueiro Dedé se encontrava absolutamente livre na frente de Cavalieri, tendo o trabalho apenas de empurrar a bola para o gol. 3 a 2 para o Vasco, classificando a equipe para a final da Taça Guanabara de 2013.

Nesta quarta-feira (7), ambas as equipesse enfrentam no mesmo Estádio Nilton Santos, às 19h30, jogo que é válido pela quarta rodada da Taça Rio.

VAVEL Logo