Com dois gols de Aylon, América derrota Caldense e se garante na vice-liderança do Mineiro
Foto:Mourão Panda/América-MG

Com dois gols de Aylon, América derrota Caldense e se garante na vice-liderança do Mineiro

Triunfo assegura vantagem até a semifinal do Estadual: jogar em casa nas quartas de final, e em seguida, se classificar com dois empates ou uma vitória e outra derrota pelo mesmo saldo

vinisilveiras
Vinícius Silveira
América-MGJoão Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Carlinhos; Juninho e David; Marquinhos (Aderlan), Serginho (Capixaba) e Aylon; Luan (Gérson Magrão). Técnico: Enderson Moreira
CaldenseOmar; Jefferson Feijão, Marcelo, Robinho e Jhonatan; Jean Henrique, Arílson (Fernandinho), Charles e Marquinhos (Alexandre Lazarini); Maxsuell e Michel (Anderson Rosa). Técnico: Roberto Fonseca
Placar1-0, min. 14, Aylon, 2-0, min. 30, Aylon.
ÁRBITROFelipe Fernandes de Lima. Assistantes: Luiz Antônio Barbosa e Marcyano da Silva Vicente.
INCIDENCIAS10ª rodada do Campeonato Mineiro. Público: 2.477. Renda: R$ 5.558,00.

O América fez o dever de casa muito bem feito. Com dois gols do atacante Aylon, o Coelho venceu a Caldense, no Independência, por 2 a 0, valendo pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro 2018. O resultado garante o time americano na segunda colocação ao final da fase de classificação. Para Aylon, satisfação pessoal redobrada. O atacante superou o meia Rafinha, do Cruzeiro, e assumiu a artilharia isolada do Campeonato Mineiro, com seis gols.

Apesar de ter chances reais de classificação, a Caldense entrou na zona de rebaixamento do Campeonato Mineiro. Tem dez pontos e precisará vencer na próxima rodada, contra o Uberlândia, no Ronaldão, às 17 horas, para ainda sonhar com uma vaga no G-8. 

O América cumpre tabela na primeira fase contra o Villa Nova, domingo, às 17hs, no Estádio Castor Cifuentes. O Coelho pegará o sétimo colocado, fazendo a partida das quartas de final no Independência. 

América resolve no primeiro tempo com a dupla David e Aylon

O América entrou em campo com três novidades. A volta do goleiro João Ricardo, recuperado de lesão, o lateral-esquerdo Carlinhos no lugar de Giovanni, lesionado. Desde os primeiros minutos, o América se impôs na partida. A equipe demonstrava um futebol mais equilibrado e rapidamente controlou o jogo.

Apesar do domínio americano, a primeira grande chance foi da Caldense. Marquinhos, livre de marcação, cabeceou para fora o cruzamento que veio da direita. O lance serviu para acordar o América, que imprimiu mais ritmo de jogo e foi recompensado aos 14 minutos. David deu belo passe para Carlinhos. Este, cruzando para área achou Aylon, sozinho, para tocar de cabeça e abrir o marcador. 

Foto: Mourão Panda/América-MG

Sem se abater, a Caldense quase empata. Arilson recebe passe de Marquinhos, sai frente a frente com João Ricardo, e finaliza em cima do goleiro. No rebote, Samurai toca para o gol, mas Norberto afasta o perigo. 

E o segundo gol do América surgiu exatamente como foi o primeiro. David passou a bola, Aylon recebeu e bate forte, a meia altura, no canto direito de Omar, que nada tinha o que fazer. A Caldense ainda tentaria mais uma vez. Samurai insistiu a jogada, e Norberto, na vontade de tirar a bola, quase marcou contra. 

Só na administração: Coelho dosa o ritmo e sacramenta a vitória

O segundo tempo não foi igual a primeira etapa. Sem muita inspiração, América e Caldense não foram agressivos em campo. Porém, o Coelho foi quem teve as melhores oportunidades. Aos sete minutos, Marquinhos tabela com Serginho, na hora de finalizar, bate para fora. 

Quase dez minutos depois, Marquinhos tenta novamente. Desta vez, de fora da área, atira contra o gol e, de novo, erro o alvo. A Caldense nada fazia. Parecia se contentar com o resultado e sem forças para encarar de frente o América.

O restante da partida foi de total domínio do América. O técnico Enderson Moreira ainda se permitiu fazer alterações para "rodar" o elenco. Gerson Magrão, Capixaba e Aderlan não deixaram o jogo cair e mantiveram o Coelho controlando a partida.

A Caldense, diferente de outras empreitadas, aceitou cedo demais o resultado, tornando o goleiro americano João Ricardo com mero espectador da partida na etapa final. 

 

VAVEL Logo

    América-MG Notícias

    há 9 dias
    há 16 dias
    há 16 dias
    há 19 dias
    há 23 dias
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 2 meses