Apesar da vitória sobre São Paulo Renato admite: "A equipe não esteve tão bem"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio venceu o São Paulo em casa, por 1 a 0, com gol de Maicon, e ficou próximo de garantir a classificação à próxima fase do Campeonato Gaúcho. Após a partida, Renato Portaluppi falou sobre o duelo.

 “Hoje o Grêmio não fez uma boa partida, principalmente no primeiro tempo. Conversei bastante com a equipe no intervalo do jogo, tentamos acertar algumas coisas, tentei modificar algumas peças. O que mais cobrei deles foi que a gente sempre no último passe estávamos errando e isso comprometeu nossa equipe. No segundo tempo melhoramos e conseguimos fazer o gol, mas mesmo assim a equipe não esteve tão bem quanto em outros jogos”, avaliou o treinador.

Quando questionado sobre um possível cruzamento com o Internacional na próxima fase, o comandante ressaltou que o Tricolor está acostumado com grandes decisões.

É indiferente. O Grêmio está acostumado a decidir várias competições contra grandes adversários e o Internacional seria mais um deles, sempre tendo o respeito do Grêmio”, declarou Renato.

O técnico falou ainda sobre a presença de Arthur e Luan no clássico de domingo. O volante retornou aos gramados hoje após mais de 100 dias parado, já Luan está afastado há duas partidas.

Tem que ir com calma. Uma coisa é o jogador estar recuperado da lesão, outra coisa é ele jogar 90 minutos. A tendência é o Arthur recuperar o ritmo aos poucos, vamos conversar com ele. O Luan vai conversar com departamento médico. Somente um exame vai nos mostrar se ele está totalmente curado da lesão” explicou Portaluppi.

+Presidente da Federação Gaúcha de Futebol confirma árbitro de vídeo para o Gre-Nal 413

Renato se mostrou a favor da arbitragem de vídeo no Grenal. Segundo ele, é um benefício ao futebol.

Torço para que tenha. É um avanço muito bom para o futebol. Não existe uma equipe que não tenha sido beneficiada ou prejudicada sem o vídeo”, analisou.

O comandante deixou ainda um recado para os torcedores da dupla Gre-Nal:

“Somos gaúchos. Vamos nos comportar como seres humanos, torcer, aplaudir, vaiar. Mas sem violência”, pediu o comandante Tricolor.

VAVEL Logo