Recordar é viver: Em 2010, Flamengo goleou Macaé pela abertura da Taça Rio
Foto: Reprodução/Flamengo

Recordar é viver: Em 2010, Flamengo goleou Macaé pela abertura da Taça Rio

Com dois gols Vágner Love e Vinicius Pacheco, o Flamengo anotou 4 a 1 no Macaé em Volta Redonda

mathenrique
Matheus Henrique Gomes

Há oito anos, o Flamengo batia o Macaé na estréia da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Com dois gols de Vágner Love e outros de Vinicius Pacheco, o Rubro-Negro passou por cima do adversário sem conhecimento. O time da região do petróleo descontou com Laio e o placar ficou em 4 a 1 no Estádio Raulino de Oliveira.

Ainda empolgados com a contratação de Vágner Love, porém, sem a presença  de Adriano para a formação do "Império do Amor", a torcida foi até Volta Redonda para prestigiar o atual campeão brasileiro. E viu um show em campo.

Como foi a partida?

Em toda a parte do jogo, quem ditou o ritmo foi o Flamengo. Como de praxe, o Estádio da Cidadania - como é conhecido coloquialmente - não recebeu um bom público.

O clube da capital começou pressionando, não dando espaços para seu oponente e tomando conta dos melhores momentos iniciais. Até que chegou o momento onde a zaga macaense não aguentou.

Aos 27 minutos, Willians adentrou à area rival e pedalou para cima do zagueiro, que tentou tirar a bola mas acabou derrubando o camisa 8. Pênalti marcado para o rubro-negro carioca e suspense no ar. Quem pegou a bola foi Vágner Love, que havia desperdiçado uma penalidade dias antes, no confronto contra a Universidad de Chile, pela Libertadores da América. Mas dessa vez foi diferente. O camisa 9 chamou a responsabilidade, fez o gol e se redimiu com a torcida.

Nem tudo foi tão fácil como se pensava. Pouco depois do gol sofrido, o Macaé respondeu. Em falta na intermediária, André Gomes bateu forte e forçou Bruno a fazer difícil defesa e mandá-la para escanteio. Após a cobrança, Laio, ex-Botafogo, subiu mais que Willians e David Braz, e cabeceou forte no lado esquerdo, sem chances para o goleiro.

Na volta do intervalo, o Macaé tentou surpreender o time da Gávea. Logo aos 25 segundos, David Braz não conseguiu interromper lançamento para Laio, o atacante confiante gingou na frente de Fabrício e chutou. Mas o arremate não saiu como planejado e Bruno fez fácil defesa.

Mas tudo se tranquilizou depois. Em lance muito polêmico, Vágner Love bateu falta rapidamente e achou Vinicius Pacheco sozinho. O atacante apenas teve o trabalho de escolher o canto para chutar e sair para comemorar o desempate. Na origem, Love sofreu falta e a equipe rival parou para se organizar. O árbitro vinha em direção ao zagueiro que cometeu a infração para adverter com o cartão amarelo, porém, ao ver que o lance seguiu prontamente, desistiu da punição e validou o gol.

A partir dali, só Flamengo no jogo. O "artilheiro do amor" chegou a marcar o terceiro gol, mas estava em posição irregular. No entanto, ainda havia outras estrelas para brilhar na partida. No banco, Luxemburgo promoveu a estreia de Ramon, que aproveitou muito bem a oportunidade. Logo no primeiro lance, o destinado do futebol russo deu lindo chapéu no adversário e deixou a bola limpa para Vágner Love, agora sim, fazer o terceiro gol da partida.

Após começar melhor a segunda etapa, o Macaé sofreu mais dois gols, mas não se entregou. Após o segundo gol de Love, o time mandante chegou a levar perigo duas vezes ao gol de Bruno, mas sem êxito. Mas Vinicius Pacheco prontamente tratou de travar a euforia e fechar a partida em 4 a 1, dando números finais à goleada.

 

VAVEL Logo

    Flamengo Notícias

    há 3 dias
    há 3 dias
    há 6 dias
    há 6 dias
    há 7 dias
    há 11 dias
    há 14 dias
    há 14 dias
    há 14 dias
    há 18 dias
    há 23 dias