De luto, Atlético-MG recebe Figueirense para buscar classificação na Copa do Brasil

Equipes entram em campo lutando pela vaga na terceira fase da competição; Galo jogará em luto oficial pelo falecimento do diretor Bebeto de Freitas

De luto, Atlético-MG recebe Figueirense para buscar classificação na Copa do Brasil
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG
Atlético-MG
Figueirense
Atlético-MG: Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana (Matheus Mancini) e Fábio Santos; Adilson, Elias (Gustavo Blanco), Róger Guedes, Otero e Erik; Ricardo Olveira. Técnico: Thiago Larghi.
Figueirense: Denis; Diego Renan (Raul), Nogueira, Cleberson e Guilherme Lazaroni; Zé Antônio, Betinho, Jorge Henrique, Gustavo Ferrareis e Maikon Leite; André Luis. Técnico: Milton Cruz.
ÁRBITRO: Dyorgines Jose Padovani de Andrade - ES (CBF). Árbitro Assistente 1: Fabiano da Silva Ramires - ES(CBF). Árbitro Assistente 2: Vanderson Antonio Zanotti - ES (CBF).
INCIDENCIAS: Terceira fase da Copa do Brasil. Partida será disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte, às 21h45.

Nesta quarta-feira (14), o Atlético-MG receberá o Figueirense, no Estádio Independência, às 21h45, valendo pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A partida de ida terminou 1 a 0 para o Galo, que entrará em campo com a vantagem do empate para conquistar a vaga para a quarta fase. 

Apesar da clima de decisão entre as duas equipes, o ambiente não será dos melhores. O diretor de administração e controle do Atlético, Bebeto de Freitas faleceu na tarde da última terça-feira (13), na Cidade do Galo. Homenagens serão prestadas ao dirigente, que marcou época não apenas do Galo, como também no esporte de um modo geral. O clube ainda declarou luto oficial de três dias.

De luto, Atlético entrará em campo para defender sua vantagem

Apesar do luto que predomina no Atlético, os jogadores estão cientes do compromisso que terão na noite desta quarta-feira. Desta feita, a comissão técnica preparou o time para este jogo ainda na semana passada. 

Os jogadores titulares foram poupados do treinamento ocorrido no sábado, mas entraram em campo na Cidade do Galo no domingo. Enquanto isto, os reservas estavam no Independência na partida contra o Tombense, que foi vencida pelo alvinegro por 1 a 0. 

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O último treino aconteceu na última segunda-feira (12), onde o técnico Thiago Larghi optou por esconder o time. A dúvida do treinador está na defesa, onde o zagueiro Gabriel se recupera de uma conjuntivite, e o volante Elias teve detectado uma inflamação na garganta. Cazares, que não foi relacionado contra o Tombense pode ser a surpresa do jogo.

A atividade desta terça serviria para definir o time, mas com o falecimento de Bebeto de Freitas, o treino e a concentração foram cancelados.  

Figueirense pode aprontar novidades contra o Atlético-MG

Vindo de um empate diante do Avaí, pelo Campeonato Catarinense, no último fim de semana, e com a única derrota na temporada sofrida diante do Atlético, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, o Figueirense tem todos os motivos para dar o troco no Galo em Belo Horizonte.

Pensando nisto, o técnico Milton Cruz fechou o último treino da equipe antes da viagem para Belo Horizonte, ocorrida no meio da tarde da última terça-feira. O treinador pode ter dois desfalques. Os meias João Paulo e Felipe Amorim, lesionados, sequer treinaram e não foram relacionados para a viagem. 

Foto: Luiz Henrique/Figueirense

Para a vaga dos dois jogadores, o treinador do Figueira deve escalar Gustavo Ferrareis e Maikon Leite, para não perder a criação e a velocidade do time no contra-ataque. O Figueirense precisa vencer por dois gols de diferença. Caso vença apenas por um, a decisão da vaga será nos pênaltis.