Mano faz mistério com formação contra Patrocinense, mas afirma: "Vamos com a melhor equipe"
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Para o jogo único das quartas de final do Campeonato Mineiro neste sábado (17), diante do Patrocinense, às 16h, o técnico Mano Menezes fez mistério com a formação da equipe que vai a campo, mas afirmou que pretende usar o que tem de melhor no elenco do Cruzeiro para buscar o avanço à semifinal do torneio.

“Vamos colocar em campo a melhor equipe que pudermos colocar. Estão quase todos à disposição e quase todos têm condição de iniciar a partida. E o Arrascaeta ainda estará aí antes da viagem. Será jogo único, valendo vaga nas semifinais e vamos encarar com a maior seriedade possível”, revelou.

Para evitar o desgaste físico, Mano explicou que o rodízio feito no começo da temporada foi favorável aos trabalhos da equipe. “Fizemos o rodízio para agora ter todo mundo à disposição e colocar a força máxima em cada jogo. Queremos passar para ter uma sequência mais pesada e temos de estar preparados. Primeiro temos de pensar no Patrocinense”, disse o comandante.

Em relação ao regulamento do Mineiro, Mano comentou que o formato do Estadual não é dos melhores. Contudo, a equipe celeste conseguiu conquistar a vantagem na primeira fase e precisar saber lidar com os jogos únicos - as quartas de final serão em duelos únicos.

"O regulamento não é o melhor do mundo, mas foi o que os clubes escolheram. Sabíamos a importância de conquistar a vantagem na fase classificatória que nos deu a vantagem deste jogo ser na nossa casa. E a gente tem o objetivo de ser campeão mineiro. Com todos os riscos do jogo único, temos que saber conviver com isso e passar é nossa obrigação", concluiu.

O comandante celeste não falou como será a formação da zaga, uma vez que Leo está suspenso, e também se Ezequiel começará novamente como titular na lateral direita ou se irá improvisar Lucas Romero - Edílson tem sentido um desconforto no joelho.

“Dedé está pronto. Digão está pronto. Murilo está pronto. Ezequiel vai ser relacionado. São as boas notícias da semana. Jogadores começam a voltar. Como o Ezequiel, que fez os 90 minutos, contra o Patrocinense, e até nos surpreendeu. É isso que a gente quer para tomar a decisão. Escalação, uma hora antes do jogo”, afirmou.

Para o treinador, a Raposa precisará passar pelo risco de se jogar apenas uma partida nesta etapa se realmente quiser ser campeã do Estadual. Com a primeira colocação geral, o clube ganhou a vantagem de decidir todos os duelos em casa.

“Buscamos a vantagem de jogar o jogo único em nossa casa, o que é algo extremamente positivo. Temos objetivo de ser campeões e quem quer ser campeão tem de passar pelas quartas de final, com todos os riscos que o jogo único pode trazer. Temos de saber conviver com isso, fazer um bom jogo. A obrigação nossa é passar, sem aumentar a pressão de nada, a não ser o que é o normal do campeonato”, colocou.

VAVEL Logo