Gilson Kleina valoriza vitória da Chapecoense sobre Tubarão: "Eles vinham em sequência positiva"
Gols do triunfo dos alviverdes foram assinalados ainda durante o primeiro tempo (Foto: Comunicação CA Tubarão)

Chapecoense deu mais um passo importante para garantir sua vaga na final do Campeonato Catarinense 2018. Neste domingo (18), teve confronto com o Tubarão pela 14ª rodada e levou a melhor ao vencer por 2 a 0, fora de casa. Os gols foram marcados no primeiro tempo por Guilherme Wellington Paulista.

O resultado positivo foi fundamental para deixar o Verdão próximo da decisão, se isolando na liderança, restando quatro jogos para o final da primeira fase do Estadual. Satisfeito com a vitória e a apresentação da equipe, Gilson Kleina comentou sobre a postura demonstrada nos 90 minutos.

"Nosso adversário exigiu bastante e valorizou a vitória, pois vinham em sequência positiva. Já nossa equipe foi letal, especialmente no primeiro tempo. Marcamos de forma mais avançada, saíram os gols e depois, já em vantagem, eles saíram ao jogo. Tivemos algumas dificuldades para sair e volume de jogo. Lamentamos pelos contra-ataques que tivemos para ampliar, mas é uma fase importante. Futebol é assim, pois faltou um pouco mais de controle e por isso sofremos um pouco", afirmou o comandante, que valorizou a consistência defensiva.

Comandante alviverde enaltece também elenco em nova vitória (Foto: Comunicação CA Tubarão)
Comandante alviverde enaltece também elenco depois de mais uma vitória (Foto: Comunicação CA Tubarão)

"A consistência defensiva falo que começa desde os atacantes. A perda da bola e a recuperação imediata facilita para todos. Claro que nossos adversários estudam a Chape, porém passa muito pela mentalidade e pelo talento. Uma equipe com consistência bem definida é importante e tivemos mais 90 minutos sem sofrer gols", completou.

Mesmo que tivesse saído vitorioso, Kleina justifica a cobrança em cima de Bruno Silva por Wellington Paulista: "Cobrança faz parte do jogo, no entanto falei com os dois e claro que cada um tem seu ponto de vista. Bruno tentou a finalização, pois é um menino que vai para dentro, mas a cobrança é normal. Falei que era amadurecimento para ele, já que o Wellington é experiente e um dia já foi jovem. Discussão fica por aqui e todos temos que crescer com isso", encerrou.

Os alviverdes voltam a atuar, na 15ª rodada do Estadual, nessa quarta-feira (21) às 19h30. A Chape volta a atuar em seus domínios ao receber o Hercílio Luz, que briga para evitar o rebaixamento, na Arena Condá, e torce ainda por um tropeço do Avaí diante do Criciúma na Ressacada às 21h45 do mesmo dia para chegar à finalíssima.

VAVEL Logo