Análise: sem Sornoza, Fluminense tem dificuldades na criação e empata com a Cabofriense
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

O Fluminense enfrentou na tarde deste domingo (18), a Cabofriense pela última rodada da Taça Rio. Líder do Grupo C e, já classificado para a semifinal do Campeonato Carioca, a equipe defendia a invencibilidade e a melhor campanha da competição para conseguir a classificação para a fase final do turno. Bastava apenas um empate para a o objetivo. E, foi isso que aconteceu. Em Bacaxá, o duelo de tricolores ficou no 1 a 1. 

Com equipe reserva - apenas Renato Chaves de titular - o Fluminense iniciou a partida com muita movimentação. As jovens equipes davam mobilidade ao jogo, tornando o embate muito rápido e com chances de gols. Entretanto, a imaturidade dos times era notória.

O Flu, sem Sornoza, tinha em Robinho a liderança na criação de jogadas. No entanto, em mais uma partida abaixo do esperada, o jogador teve dificuldades de realizar essa função, e, com isso, o 'calcanhar de Aquiles' do Flu de hoje foi a criatividade. 

No ataque, o jovem Pablo Dyego buscava ser referência. Sem sucesso. O Fluminense investia em jogadas principalmente pela esquerda, com Marlon e, por ventura, Robinho. Assim, inclusive, surgiu o primeiro gol: após jogada de Robinho, pênalti para o Tricolor. Douglas cobrou com perfeição abrindo o placar. 

Douglas. Recuperado de artrite, o jogador fez dupla com o estreante Airton no meio campo tricolor. Jogando adiantado, Douglas ajudou a compor, junto com Robinho a criação de jogadas do Flu. 

A Cabofriense, por sua vez, fazendo uma excelente campanha na Taça Rio, reagiu, talvez, muito tarde. Bem organizada, mas ainda abaixo tecnicamente da equipe reserva do Fluminense, o time de Cabo Frio fez uma partida correta, não convertendo em gols boas chances criadas, por vezes, paradas no estreante Rodolfo

Em suma, a partida foi marcada por estreias, juventude e muita movimentação. Mesmo muito longe de apresentar um bom futebol, o Fluminense alcançou 14 pontos, se tornando líder do C e disputará a semifinal da Taça Rio, diante do Flamengo. Além disso, a partida serviu para que Abel Braga pudesse observar novas futuras mudanças na equipe tricolor. 

VAVEL Logo