Thiago Larghi vê evolução do Atlético-MG dentro de campo, mas nega 'equipe ideal'

Técnico interino reconheceu melhora do grupo nos últimos jogos; Larghi espera reforços para início do Brasileirão

Thiago Larghi vê evolução do Atlético-MG dentro de campo, mas nega 'equipe ideal'
Thiago Larghi já está à frente do comando alvinegro há mais de cinco semanas, mas ainda não exite previsão de sua efetivação no cargo (Foto: Divulgação/Clube Atlético Mineiro)

Atingir a meta por uma única vez foi o suficiente para que o Atlético-MG garantisse a classificação às semifinais do Campeonato Mineiro. O Galo venceu a URT por 1 a 0 em partida válida pelas quartas de finais da competição, com gol de Fábio Santos - um chute de fora de área que sofreu desvio do zagueiro Dão, da equipe interiorana.

Conforme os resultados dos jogos ocorridos nesse sábado (17), está decidido que a equipe alvinegra irá enfrentar o América-MG na próxima quinta (22), às 20h, no Independência. 

Em entrevista concedida após a partida, o técnico Thiago Larghi avaliou o comportamento do grupo frente à equipe do Trovão Azul. Larghi ressaltou a forte marcação realizada pelos jogadores atleticanos e afirmou que esta característica defensiva foi o diferencial do Atlético no jogo. O comandante alvinegro complementou ainda estatísticas gerais acerca do volume de lances criados pelos atleticanos: foram 584 passes do Galo a 227 da URT; 68% de posse de bola a 32% e 24 finalizações a 12.

"No volume criado, até mesmo na parte qualitativa do jogo, a gente percebe que o time foi bem mais incisivo do que o adversário, dominando completamente as ações", salientou.

Apesar disso, o técnico interino foi objetivo ao negar a possibilidade de já estabelecer um "time ideal" para o restante da temporada. A equipe escalada para a titularidade no jogo desse domingo (18) contou com duas mudanças no quarteto ofensivo: Luan atuou no lugar de Róger Guedes e Érik no lugar de Otero, que não esteve apto a jogar toda a partida já que passou por um procedimento estético no nariz, na última quinta feira (15). 

"Sinceramente ainda não temos um time ideal. A gente tá num processo e preciso repetir que a sequência de jogos possui um intervalo curto. Então a gente tem que insistir em algumas formações e testar algumas outras coisas. Não podemos mudar tudo, mas repetir tudo também seria incoerente. Precisamos ver como vai funcionar o comportamento de um jogador quando combinado com outro. Nós vemos que ora a gente evolui - como por exemplo na saída de bola, a construção de jogadas no meio de campo que "está ok" e maiores chances criadas lá na frente - e há diferenças notadas de um jogo para o outro. Essa evolução é constante, mas o time ideal ainda não existe", disse. 

Thiago Larghi confirmou ainda que existem conversas entre comissão técnica e diretoria com a temática de reforços para o elenco. O comandante deu indícios de que o clube pode apresentar novos jogadores já para as próximas fases da Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, que terá início no dia 14 de abril. 

"Nós falamos com a diretoria e estamos abertos aos nomes que eles nos apresentam. Sabemos das dificuldades que o time tem no momento mas acreditamos que vamos reforçar sim, pois o nível vai subir. Mas eu também acho que o entrosamento do grupo que já temos aqui também vai subir, e vai mostrar que nós somos um time bem forte, capaz de jogar muito bem e ganhar jogos importantes na temporada", assertou.