TJD-SC pune Marquinhos, Luanzinho e Claudinei Oliveira por incidentes no clássico
Foto: Luiz Henrique/Figueirense FC

Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) julgou nesta terça-feira (20) os incidentes do clássico entre Figueirense e Avaí, que terminou empatado em 1 a 1, no dia 14 de março, pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense. O jogo teve um cartão vermelho para o meia Luanzinho ainda no primeiro tempo, o que desencadeou uma tensão entre os dois times, e acabou com a expulsão dos dois técnicos.

Luanzinho, do Avaí, recebeu punição de quatro jogos, assim como o capitão Marquinhos, que estava no banco, e se envolveu em uma confusão com o volante Pereira, do Figueirense, que pegou gancho de dois jogos. Milton Cruz João Izzo, técnico e assistente do time alvinegro, foram absolvidos, assim como o próprio clube.

A maior punição foi para Claudinei Oliveira, técnico do Avaí. O comandante tomou seis jogos de suspensão. Claudinei foi expulso após abordar o volante Betinho, que estava envolvido no lance da expulsão de Luanzinho, alegando que o jogador simulou a falta. O clube ainda vai recorrer da decisão do Tribunal.

Claudinei pede desculpas após ser expulso em clássico, mas critica postura de Betinho

Os dois clubes voltam a campo nesta quarta-feira (21). O Avaí, terceiro colocado, com 22 pontos, recebe o Criciúma, às 21h45, enquanto o Figueirense, vice-líder, com 30, enfrenta o Joinville, fora de casa, às 21h30.

VAVEL Logo