Palmeiras faz bom primeiro tempo, bate Santos e abre vantagem na semifinal do Paulista
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Não foi fácil, mas o Palmeiras venceu o Santos e saiu na frente na disputa por uma vaga na final do Campeonato Paulista. Na partida de ida, disputada no Pacaembu neste sábado (24), o Verdão venceu por 1 a 0, com gol de Willian.

As duas equipes se enfrentarão novamente na próxima terça-feira (27), às 20h30. Esse será o jogo de volta, também disputado no Pacaembu, já que o Allianz Parque estará indisponível. É importante lembrar que não há critério de gol fora e, em caso de empate no placar agregado, a decisão será nos pênaltis.

O primeiro tempo começou de forma bastante movimentada, com um bom ritmo imposto principalmente pelo Palmeiras. Superior em grande parte da etapa inicial, a equipe alviverde chegou com perigo mais vezes que o Peixe, e não demorou para que abrisse o marcador no Pacaembu.

Em boa jogada trabalhada de Keno, Bruno Henrique recebeu pelo meio, tocou para Dudu na direita e cruzou para Willian. O atacante, livre na pequena área, apenas escorou para as redes. O Palmeiras ainda continuou melhor, impondo velocidade no jogo e quase ampliando a vantagem, mas caindo de produção em certo momento.

As maiores chances do Santos foram nos minutos anteriores ao intervalo, quando Jailson brilhou duas vezes consecutivas. Na primeira, Thiago Martins foi desarmado dentro da área, e Gabriel quase empatou. Em seguida, Daniel Guedes recebeu cruzamento e cabeceou, obrigando o arqueiro a salvar a bola sobre a linha e mantendo a vitória parcial.

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Na etapa final, o Palmeiras chegou com bastante perigo nos chutes fortes de Victor Luis e Keno, mas ambos sem sucesso. A resposta veio em cruzamento fechado do Peixe, mas a finalização de Gabriel acabou subindo demais. 

O jogo continuou muito movimentado, desta vez com maior participação ofensiva do Santos. Enquanto o Verdão algumas oportunidades em finalizações de fora da área, o Peixe apostava em cruzamentos, chutes de longe e jogadas individuais para levar perigo ao gol rival.

Os mandantes passaram a dominar o duelo, pressionando seus adversários, que mostravam dificuldades para sair da intermediária defensiva. Apesar de todos os esforços, não alcançaram o empate, e o apito do juiz concretizou o triunfo alviverde: 1 a 0.

VAVEL Logo