Estrela de Thiago Neves brilha, Cruzeiro volta a bater Tupi e avança à final do Mineiro
Rafinha deu a assistência para o primeiro gol de Thiago Neves (Foto: Cristiane Mattos/Light Press)

O Cruzeiro derrotou o Tupi por 2 a 1 neste domingo (25), no Mineirão, e avançou à final do Campeonato Mineiro. A equipe celeste, que havia vencido o jogo de ida da semifinal por 1 a 0, construiu a vitória com dois gols do meia Thiago Neves. O atacante João Vitor fez o tento do time de Juiz de Fora.

A má notícia ficou por conta do atacante Fred. O jogador deixou o campo chorando, aos 23 minutos do primeiro tempo, após choque com Sidimar. Segundo o médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, o camisa 9 sofreu uma entorse no joelho direito. Ele realizará exames médicos ainda neste domingo para saber a gravidade da lesão.

Antes de Fred sofrer a lesão, o Cruzeiro já tinha aberto o placar. Wellington errou chute para frente, Thiago Neves ficou com a bola, tocou para Rafinha, que mandou por cima do goleiro e encontrou de volta o armador.

A torcida cruzeirense não teve muito tempo para comemorar. Isso porque o Tupi empatou o duelo com gol de João Vitor. O atacante limpou a jogada na ponta direita, abriu espaço e finalizou de canhota, sem chances para Rafael (Fábio, titular da meta celeste, cumpriu suspensão automática).

No final do primeiro tempo, Thiago Neves teve um golaço anulado erroneamente. Em posição legal, o camisa 30 recebeu belo lançamento de Rafinha e bateu por cima do goleiro Vilar. O auxiliar número dois Gabriel Conti, no entanto, invalidou o tento.

Thiago Neves foi o protagonista do jogo (Foto: Cristiane Mattos/Light Press)
Thiago Neves foi o protagonista do jogo (Foto: Cristiane Mattos/Light Press)

O Cruzeiro dominou a etapa final e teve diversas chances de desempatar a partida. Mas o gol da vitória só sairia aos 35 minutos. Egídio cruzou para a área, Thiago Neves cabeceou no contrapé do goleiro e fez 2 a 1.

Classificado à final, o Cruzeiro agora espera pelo vencedor de América x Atlético, que se enfrentam às 16h deste domingo, na Arena Independência. Na partida de ida, o Galo venceu por 1 a 0. Sendo assim, um empate basta para o time atleticano avançar à decisão do Estadual. Ao América, uma vitória pelo mesmo placar do primeiro jogo serve para reverter a vantagem e se qualificar.

Os jogos das finais serão nos dois próximos domingos, 1º e 8 de abril. Cruzeiro decidirá a segunda partida no Mineirão. A Raposa tem a vantagem de dois empates, ou dois resultados iguais, uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols.

VAVEL Logo