Jovens elencos e briga por atilharia: Fluminense e Botafogo decidem a Taça Rio, no Maracanã
Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fluminense e Botafogo se enfrentam na tarde deste domingo (25), no Maracanã, às 16h (horário de Brasília), decidindo a Taça Rio. Sem critério de desempate, as equipes confiarão nos seus jovens, mas promissores, elencos para levantar a taça do segundo turno do Campeonato Carioca. 

Os times já se enfrentaram neste ano, no mesmo estádio, em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara. Na ocasião, diante de um Maracanã vazio, o 0 a 0 prevaleceu. Neste domingo, a expectativa é de bom público, e, o placar não é bom para nenhum dos clubes. Aparecendo como "surpresas" diante de equipes já consolidadas e participantes da Libertadores, Fluminense e Botafogo têm, em mãos, a chance de levantar a primeira taça do ano e esquecer, de vez, suas eliminações na Copa do Brasil. 

Com jovens elencos, equipes têm, no setor defensivo, referências em busca do título

Fluminense e Botafogo são caracterizados por ter jovens jogadores - no caso alvinegro, técnico também. Sem medalhões, as equipes depositarão confiança na experiência de dois jogadores: Gum e Jefferson. O zagueiro tricolor levou o Flu à final da Taça Rio após gol diante do arquirrival Flamengo. Jefferson, por sua vez, retorna ao gol alvinegro, substituindo Gatito Fernandes, convocado por sua seleção. 

O Fluminense contará com força máxima diante do Botafogo. Na zaga, um grande conhecido dos tricolores. Com mais de 300 jogos com a camisa do Flu, Gum foi o nome da equipe de Abel Braga no último Fla-Flu e o defensor tem boas lembranças diante do alvinegro. 

"Contra o Botafogo tenho lembranças boas. Já teve gol de pênalti e com bola rolando. Espero que domingo façamos um grande jogo. Primeiramente penso em defender para não tomar gols, mas pretendo fazer mais um na final", disse.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Para a final, o zagueiro afirmou que não há favoritismo e disse que a equipe precisa entrar concentrada."Não tem favorito. Favoritismo a gente prefere deixar para a imprensa, que analisa o jogo e vê muitos detalhes. Nós sempre temos uma noção, pelo time, pela forma de jogar ou pelo momento. No fundo, nós sabemos quem está melhor no momento, mas favorito não tem, porque é clássico. Futebol se resolve dentro de campo. Temos que estar concentrados e jogar bem para superar o adversário difícil que é o Botafogo e conquistar o título", afirmou. 

No gol alvinegro, um velho conhecido. Jefferson retornará como titular diante do Fluminense. Ídolo do Botafogo, o goleiro teve grave lesão no último ano e acabou perdendo espaço para Gatito Fernandes. Em seu retorno, Jefferson será referência da jovem equipe alvinegra comandada por Alberto Valentim. Com mais de 400 jogos com a camisa do Botafogo, o arqueiro se mostrou confiante para sua volta. 

"Estou feliz de estar voltando. Jogo decisivo. Todos os jogadores gostariam de estar nesse grande palco em um jogo importante. Estou treinando bem, estou em forma. Estou bem animado, concentrado para poder continuar levantando caneco aqui no Botafogo, principalmente em um momento importante da minha carreira. Será uma grande final", declarou o goleiro. 

O Botafogo levará a campo o que tem de melhor. Com força máxima, Jefferson tem chances de voltar a vestir a braçadeira de capitão alvinegro: "Liderança aqui independe da braçadeira. Tenho liderança interna, todos me respeitam, isso é bacana. Não vejo importância de eu ser capitão até porque estou voltando à equipe e o treinador já tem seus líderes", frisou. 

Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR
Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR

As equipes entram em campo às 16h (horário de Brasília) e você acompanha o tempo real do clássico decisivo na VAVEL Brasil. 

VAVEL Logo