Brasil bate Venezuela sem esforços e garante vaga na Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-17
Foto: Divulgação/Secretaria de Esportes de San Juan

Dependendo somente de si para garantir uma vaga no Mundial Sub-17 de Futebol Feminino, o Brasil duelou contra a Venezuela encerrando o quadrangular final do Sul-Americano de Futebol Feminino Sub-17. Em jogo realizado no Bicentenario neste domingo (25), pela 3ª e última rodada, a Canarinho levou a melhor e se classificou, vencendo por 3 a 0 com gols de Jhenifer, Julia e Emily.

Com o resultado positivo, as brasileiras avançam à quinta participação de seis edições disputadas da Copa do Mundo, fechando parcialmente na 1ª posição com total de seis pontos. Já as venezuelanas, por sua vez, terminam com três pontos ganhos de nove, ficando na 4ª colocação e fora da competição.

Já que apenas a vitória interessava a ambas, as equipes fizeram o início bastante equilibrado e sem muitas jogadas de perigo. A primeira foi do Brasil, quando Miriam recebeu na pequena área e chutou fraco para a defesa da goleira. Em seguida, a própria Miriam foi servida e deu passe perfeito para Jhenifer que, de primeira, estufou o barbante.

Atacante Emily marcou o terceiro gol brasileiro na vitória (Foto: Divulgação/Secretaria de Esportes de San Juan)
Atacante Emily marcou o terceiro gol brasileiro no duelo (Foto: Divulgação/Secretaria de Esportes de San Juan)

A Venezuela, após ficar em desvantagem, até buscou esboçar reação e foi para cima, entretanto não conseguiu ser efetiva nas finalizações. As brasileiras, tirando proveito da superioridade, buscaram aproveitar um descuido para chegar ao segundo gol. Julia cobrou falta com perfeição e não deu chances de defesa a Aranzha.

O resultado favorável deixou a Amarelinha mais relaxada em campo e, com isso, obrigou as venezuelanas a deixar espaços na defesa. No final do primeiro tempo, a marcação falhou e Emily surgiu com liberdade na frente da meta. A camisa 11 chegou antes da arqueira e mandou para o fundo da rede, marcando o terceiro.

Valorizando o que já havia conquistado, a Canarinho utilizou os contra-ataques como arma. Em um desses, Queila foi servida na área e soltou a bomba no travessão após troca de passes, dando um susto na meta das Vinotinto. Ainda assim, seguiu administrando o placar e confirmou não só a vitória, mas também a classificação ao Mundial.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo