Nenê projeta jogo da volta contra Corinthians: "É lutar do começo ao fim"
(Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)

O São Paulo treinou nesta manhã de segunda-feira (26) para se preparar para o jogo da volta contra o Corinthians, pela semifinal do Campeonato Paulista. Na ida, 1 a 0 para o Tricolor e vantagem garantida. Autor do gol do jogo, o meia Nenê falou com os repórteres após as atividades. 

O camisa 7 do Soberano abriu a coletiva falando sobre a comemoração polêmica do seu gol, que foi em frente ao banco do rival, e até que ponto isso pode pesar para o jogo desta quarta-feira (28), em Itaquera

"Meio pesado. Clássico é assim, faz parte. O que aconteceu ontem foi conversado. Não houve desrespeito de nenhuma parte. São coisas que acontecem. Na comemoração até olhei para ele, mas não disse nada. Não tive intenção de incitar nada, é normal. Pressão sempre vai ter. Jogo lá e no nosso estádio. Faz parte", declarou. 

Nenê falou sobre a vantagem adquirida, afirmando que não se pode tomar gol e nem deixar o adversário pressionar. O jogador projeta tentar fazer um gol e aí encaminhar a vaga para a grande decisão do campeonato. 

"É uma vantagem, mas não muito grande. É como se fosse o primeiro tempo (o jogo de ontem), agora é o segundo. Temos que tentar não levar gol e não deixar pressionar. Vai ter pressão. Não sei o Aguirre, mas acho que vai querer que a gente continue da mesma forma nesse jogo. É importante não tomar gol. Acredito que a gente possa tentar fazer um gol e aí realmente encaminhar a classificação. A chave é estar focado, não deixar crescerem no jogo e não tomar gol", afirmou. 

O atleta tricolor falou sobre a postura em jogar fora de casa, pediu luta do início ao fim e prevê jogo definido nos detalhes: “Temos de manter a postura, mesmo fora de casa. Sabemos como é complicado, mas vai definir nos detalhes. Temos de estar concentrados o tempo inteiro dentro de campo e esquecer o resto. É lutar do começo ao fim para conseguir essa classificação"

Perguntado sobre o clima, o jogador quer esquecer qualquer coisa extracampo e pediu concentração para irem em busca do principal objetivo: “Tem de estar concentrado mentalmente e esquecer o resto. É pensar em jogar futebol, conquistar a classificação e ir à final, que é o grande objetivo”. 

O ex-Vasco brincou com o gol de centroavante e ressaltou a alegria em pôr a bola no fundo da rede, frisando que esse tipo de jogada não costuma acontecer: “Tive o faro. Nunca sobra uma assim (bola). Tive a felicidade em marcar”, disse.

(Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)
(Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)

Sobre o companheiro de equipe Diego Souza, Nenê contou que o jogador lida bem com a reserva e tem consciência da importância para o elenco: “Está lidando bem, é muito importante para o elenco. Entrou e decidiu para a gente. Sabe que é importante, tem a cabeça boa, é sempre brincalhão. Falamos que é o mais resenha do time. Ele sabe da importância, frisamos isso para ele"

Que o São Paulo oscila muito não é novidade pra ninguém. O camisa 7 do Soberano atribuiu isso ao fator torcida, quando se joga fora, mas afirmou que isso tem de ser superado para manter a intensidade. 

“Essa discrepância de jogar dentro e fora é porque cada um tem sua torcida. Ainda mais aqui (São Paulo) que é torcida única. É um fator importante. A torcida anima cada jogada e o time fica mais confiante. O importante é saber lidar com essas situação adversa, que é o caso. É superar e não pensar nisso como fator fundamental dentro do jogo para manter intensidade e confiança”

Sobre Tréllez, fundamental em seu gol no clássico, Nenê elogiou o companheiro e frisou a importância dele e a raça do time todo: “É extremamente importante, precisamos de jogadores assim. Não se faz um time só com jogadores de técnica, defendendo ou táticos. Cada um é importante e Tréllez vem sendo fundamental para ajudar. Ele e o time todo tem a raça, vontade e determinação que temos como características. Demos uma vacilada antes e precisávamos retomar isso", finalizou.

VAVEL Logo