Por vaga na final do Carioca, Flamengo e Botafogo duelam no Maracanã
Foto: Vítor Silva/SS Press/Botafogo

No Maracanã, Flamengo e Botafogo buscam recuperação de resultados ruins passados na semi-final do Campeonato Carioca, às 21:45 desta quarta (28). O rubro-negro, com a vantagem do empate, tentará pôr no passado a eliminação para o Fluminense pela semi-final da Taça Rio. Já o alvinegro tenta esquecer a derrota por 3 a 0 na final da mesma competição, para o tricolor.

O clássico ganha seus toques de olhares atentos pois pode ser a última partida antes do início do Campeonato Brasileiro para o Flamengo. Já o Botafogo ainda terá compromisso pela Copa Sul-americana contra o Audax Italiano, dia 12.

Momentos distintos, situações adversas

Por mais que Flamengo e Botafogo tenham obtido resultados ruins nas últimas partidas, as fases são diferentes: o rubro-negro segue líder do Grupo D da Libertadores com 4 pontos; já o alvinegro encontra-se disputando a fase preliminar da Copa Sul-americana e já eliminado da Copa do Brasil.

Os dois clubes também possuem disparidade em relação aos treinadores: Paulo César Carpegiani comanda o clube da Gávea desde o ínicio da temporada, enquanto Alberto Valentim chegou ao clube de General Severiano há pouco mais de um mês.

Discursos similares

Já entrando no clima do clássico, as entrevistas coletivas na véspera da decisão ficaram por conta do zagueiro Réver pelo Flamengo, e do técnico Alberto Valentim, do Botafogo. As explicações mostram-se mútuas, a partir do discurso dos lados tratarem o jogo como uma decisão.

Réver destacou a importância do clássico para o Flamengo no momento. "É o jogo mais importante para a gente no momento. Clássico já é tenso. Do outro lado, vão querer classificação para final. Tudo para ser um grande jogo. Espero que a gente saia com a classificação. É um dos nossos objetivos neste primeiro semestre", disse o capitão rubro-negro.

Valentim ressaltou a importância do clássico para o elenco e para elevar a confiança do elenco. "É decisão para a gente, os jogadores precisam estar tranquilos. Temos uma camisa pesada para carregar. Vamos encarar o Flamengo procurando ganhar o jogo. É entrar com personalidade procurando vencer", comentou o técnico alvinegro.

VAVEL Logo