Já garantido na final, Figueirense goleia Concórdia na última rodada do Catarinense
(Foto: Luiz Henrique / Figueirense FC)

O Concórdia recebeu o Figueirense na tarde deste sábado (31) em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Catarinense 2018. O duelo, disputado no estádio Domingos Machado de Lima, foi apenas para cumprir tabela. A equipe da casa não tinha mais chances de permanecer na primeira divisão estadual e o time visitante já estava classificado à final da competição.

O Figueirense acabou abrindo o placar logo no primeiro minuto de jogo. Cedrón cobrou falta direta para o fundo das redes. O goleiro do Concórdia, Zé Carlos, acabou não chegando a tempo na bola. O Galo se assustou com o gol logo cedo e teve muitas dificuldades para criar. O Figueira se manteve no ataque, trocando passes e tentando chegar.

Sem levar sustos do adversário, o Figueirense foi novamente com força ao ataque. A investida deu certo e a equipe de Florianópolis conseguiu ampliar o marcador aos 17 minutos. Henan recebeu boa assistência de Ermel, entrou nas costas da zaga, driblou o goleiro Zé Carlos e completou a jogada marcando o gol. A primeira tentativa do Concórdia foi aos 19 minutos. Gelson fez a jogada e soltou a bola para Zeca. O lateral chutou forte, mas sem direção. O Galo passou a ter um pouco mais de posse de bola, mas não conseguia furar o bloqueio do Figueira.

Romarinho tentou finalizar aos 31, mas a bola passou por cima do gol de Zé Carlos, sem levar perigo. Cinco minutos depois foi a vez de Cedrón levar novo perigo. Novamente em cobrança de falta, o Peruano conseguiu tirar da barreira, mas parou na defesa do goleiro da equipe da casa. A última chance da primeira etapa foi do Concórdia. Giancarlo recebeu bom passe na entrada da área, mas perdeu tempo na hora de finalizar e acabou isolando. A jogada já estava parada por conta de um impedimento do atacante do Galo.

Com a vantagem confortável no marcador, a equipe do Figueirense diminuiu a intensidade da partida na segunda etapa, mas seguiu atenta a todas as possibilidades. Aos oito minutos, Ermel ajeitou para a perna esquerda e finalizou, mas a bola passou por cima. Marlon tentou responder em jogada individual. O meia conseguiu deixar dois adversários para trás, mas parou no terceiro. Na sequência ainda cometeu falta em Pereira.

O goleiro do Concórdia acabou virando protagonista mais uma vez. Aos 16 minutos, Cedrón recebeu pelo lado direito, na quina da grande área, e arriscou a finalização. Zé Carlos tentou fazer o golpe de vista, mas acabou traído pela trajetória da bola e levou o terceiro gol na partida. No lance seguinte, aos 19, o goleiro se redimiu. Cedrón encontrou Romarinho entrando na área, pelo lado direito, e fez o passe. O meia finalizou, mas Zé Carlos conseguiu sair abafando e salvou o Galo de levar o quarto.

A partir do terceiro gol, o Figueirense não teve mais pressa e o Concórdia não teve mais força de reação. A equipe da casa tentou levantar a bola na área, mas a defesa não permitiu a conclusão. Quem voltou a levar perigo foi a equipe de Milton Cruz. João Lucas finalizou, aos 28 e Zé Carlos defendeu com os pés. Ermel, no rebote, finalizou em cima do marcador. O Galo despertou nos minutos finais. Marcos Paulo conseguiu girar em cima do marcador e finalizou forte. A bola passou por cima de meta de Alisson.

O Concórdia terminou a primeira fase do Campeonato Catarinense com apenas 13 pontos e com isso volta à Série B estadual, competição que foi campeão em 2017. O Figueirense chega com moral para a decisão do campeonato estadual. A final contra a Chapecoense, na Arena Condá, será disputada no próximo domingo (8). O Figueira quer conquistar o 18ª título estadual. Já a Chape vai em busca do sétimo.

VAVEL Logo