Internacional não sai do zero com Caxias em jogo-treino realizado no Beira-Rio
(Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)

O Internacional entrou em campo no Estádio Beira-Rio na manhã deste sábado (31) para um jogo-treino contra o Caxias. A atividade, que contou com cerca 3.500 torcedores, faz parte da preparação do clube para o duelo contra o Vitória-BA, no próximo dia 11, pela Copa do Brasil. Com uma equipe diferente em cada tempo, a partida terminou empatada em 0 a 0. Reservas do Inter foram melhores.

A torcida do Internacional atendeu o pedido da direção e compareceu no Estádio Beira-Rio. Cerca de 3.500 torcedores acompanharam o jogo da arquibancada superior do gigante. Dentro de campo, o treinador do Inter, Odair Hellmann, iniciou a partida com a equipe titular, formada por: Marcelo Lomba; Iago, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Ruan; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Wellington Silva e D'Alessandro; Roger.

Torcida do Inter ignora chuva e comparece ao Beira-Rio(Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)
Torcida do Inter ignora chuva e comparece ao Beira-Rio(Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)

Titulares vão mal na primeira etapa

Essa formação contou com Rodrigo Dourado mais recuado, Patrick e D'Alessandro pelas pontas e Edenílson centralizado. Wellington Silva teve mais liberdade e flutuou do centro para as pontas. A formação inicial do Caxias, impediu jogadas de criação do Internacional. A equipe comandada por Luís Carlos Winck iniciou a partida com marcação alta, obrigando o Inter se livrar da bola com chutão.

A primeira chance de gol do jogo-treino foi do Caxias. Rodrigo Moledo, aos 10 minutos, perdeu a bola próximo a grande área. Eder, atento a jogada, conseguiu carregar até a entrada da área, quando finalizou pra fora. O Inter tentou com D'Alessandro aos 14. O argentino cobrou falta na área buscado Victor Cuesta, mas antes que o zagueiro chegasse, o goleiro conseguiu fazer a defesa. Um minuto depois foi a vez de Patrick. O meia invadiu a área e buscou o cruzamento, mas a defesa da equipe grená afastou. O rebote ficou com o camisa 88, que mandou novamente para a área. Desta vez Gledson conseguiu afastar.

Após cobrança de falta, aos 20 minutos, o time do Caxias pediu pênalti. A bola teria batido na mão do jogador da barreira, mas a arbitragem não marcou. Após dividida, aos 23, o lateral-direito Ruan ficou sentindo o ombro. Fabinho, volante, entrou em seu lugar. Aos 30, D'Alessandro lançou Roger na grande área, mas o centroavante, que não fez boa partida, acabou não conseguindo a finalização.

O Caxias balançou as redes com Júnior Alves, aos 33 minutos, mas a arbitragem marcou impedimento na jogada. Um minuto depois foi a vez de Rodrigo Moledo salvar o Inter. Wesley fez linda jogada, driblou Marcelo Lomba, fora da área, e finalizou. O zagueiro Colorado salvou em cima da linha, mandando para escanteio. Diego Miranda cobrou fechado e quase surpreendeu o goleiro do Inter. Antes do término da primeira etapa, D'Alessandro cobrou duas faltas. O goleiro pegou uma e a outra ficou na barreira.

Reservas levam mais perigo no segundo tempo

Apenas Fabinho, que entrou durante o primeiro tempo, permaneceu na equipe para o segundo tempo. Odair Hellmann voltou do Intervalo com: Daniel; Fabinho, Klaus, Thales e Uendel; Charles, Gabriel Dias, Camilo, Rossi e Marcinho; Nico López. Charles ficou mais recuado, mas apareceu bem no ataque. Gabriel Dias, pelo lado direto, e Camilo, pelo lado esquerdo, formaram o meio campo. Rossi (E) e Marcinho (D) foram os alas. Nico López ficou na frente da grande área, como falso 9.

Os reservas do Inter iniciaram a segunda etapa querendo mostrar serviço. Uendel, voltando de lesão, foi o primeiro a mostrar serviço. Aos quatro minutos, o lateral-esquerdo buscou a finalização, mas o goleiro salvou. Na sequência dessa jogada, Rossi e Marcinho também tentaram, mas não balançaram as redes. Charles, aos 10, aproveitou sobra e mandou o chute direto, mas a bola subiu muito. Pouco tempo depois, Rossi fez uma jogada pelo lado esquerdo. O atacante fez o corte na marcação, invadiu a área e finalizou para fora.

Nico López entrou no segundo tempo, mas não conseguiu tirar o zero do placar (Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)
Nico López entrou no segundo tempo, mas não conseguiu tirar o zero do placar (Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)

Outra chance só foi aparecer aos 27 minutos. Em uma jogada bem trabalhada, com a bola de pé em pé, Nico López lançou Fabinho pelo lado direito. O volante conseguiu cruzar na área e Rossi finalizou, mas não acertou o alvo. A partir desse momento, a partida perdeu qualidade técnica e o jogo voltou a ficar preso no meio de campo. O 0 a 0 do início do jogo persistiu até o final.

O lateral-direito Fabiano, recém-chegado do Palmeiras, foi poupado do jogo treino por conta de um desconforto no adutor. Segundo o próprio atleta, nada de mais sério. "Apenas fui preservado", confirmou ao final da partida.

O próximo desafio oficial do Inter é no dia 11/04. O Colorado recebe o Vitória-BA no estádio Beira-Rio pela primeira partida da quarta fase da Copa do Brasil. Jogo que está marcado para às 19h30. O Inter não descarta outro jogo-treino nesse intervalo.

VAVEL Logo