Com gol no último minuto, Vasco vence o Botafogo e sai na frente em decisão do Carioca
Foto: Paulo Fenandes/Vasco.com.br

O domingo de Páscoa foi de alegria para a torcida vascaína, que deixou o Estádio Nilton Santos comemorando uma vitória conquistada praticamente no último lance do jogo. Em partida movimentadíssima, com cinco gols marcados, o Vasco deixou o gramado com o placar de 3 a 2 e a vantagem sobre o Botafogo para a partida da volta.

Em jogo bastante ofensivo, o placar foi aberto logo aos três minutos, quando Renatinho roubou de Paulão e tocou na saída de Martín Silva, colocando o Botafogo na frente. Aos 28 minutos, Yago Pikachu 'evoluiu' sua atuação e marcou duas vezes seguidas. Primeiro, aproveitando cruzamento de Wagner e, depois, de Riascos. Aos 44, Luiz Fernando cruzou na cabeça de Brenner, que testou para o fundo das redes. Na segunda etapa, o gol veio apenas aos 48, com Andrés Ríos, dando a vitória para o Vasco, já no apagar das luzes.

A primeira etapa foi extremamente movimentada, com quatro gols nos 45 minutos iniciais. Aproveitando-se de uma pressão muito alta, Renatinho roubou a bola de Paulão, logo aos 3 minutos de jogo, e saiu cara a cara com Martín Silva. Com um toque sutil, encobriu o goleiro uruguaio e abriu o placar.

Após a parada técnica e o gol sofrido, o Vasco cresceu e partiu para dar a resposta. Aos 28, Lindoso vacilou e acabou desarmado por Giovanni Augusto, que ligou o contra-ataque com Wagner. O camisa 20 cruzou na área e Pikachu chegou batendo de primeira para empatar.

Dois minutos depois, o próprio Yago Pikachu apareceu novamente. Em mais um contra-ataque veloz, Wagner balançou para cima de Marcinho, entregou a Riascos, que fez belo drible no lateral botafoguense e cruzou rasteiro. O 'Pokemón' dividiu e mandou para o fundo das redes, virando o jogo. No entanto, aos 44, o Botafogo voltou a deixar tudo igual no marcador. Marcinho, vaiado pela torcida, rolou para Luiz Fernando, acertou a cabeça de Brenner em belo cruzamento. A testada do camisa 9 foi no ângulo, sem chances para o goleiro vascaíno.

O segundo tempo foi muito menos movimentado. As duas melhores oportunidades para ambas as equipes vieram praticamente em seguida. Aos 29, em cobrança de falta de Renatinho, Lindoso subiu completamente livre na segunda trave, mas cabeceou mal e desperdiçou excelente chance.

No contra-ataque, Thiago Galhardo fez boa jogada pela direita, cruzou para Andrés Ríos. O camisa 9 bateu para o gol vazio e Marcinho, do nada, conseguiu cortar de cabeça, quase em cima da linha. Nos últimos minutos, Kieza teve um gol anulado e, na sequência, Paulinho parou em grande defesa do goleiro Gatito Fernández.

VAVEL Logo