Envolvente, Atlético-MG faz quatro no Ferroviário-CE e encaminha classificação na Copa do Brasil
Foto: Divulgação/Atlético

O Atlético-MG fez valer o mando de campo no primeiro confronto da quarta fase da Copa do Brasil. O Alvinegro venceu o Ferroviário-CE por 4 a 0, nesta quarta-feira (4), na Arena Independência. 

Com o resultado, o Galo tem uma boa vantagem para o jogo de volta, em Fortaleza. A partida de volta contra o Ferrão acontecerá na quarta-feira (18), às 21h45. Antes do duelo pela competição nacional, o time mineiro decide a final contra o Cruzeiro, no próximo domingo (8), às 16h, no Mineirão. Já o Ferroviário não atua até a segunda partida da Copa do Brasil e terá mais tempo de treinamento para o duelo em questão.

Otero brilha e Atlético abre ampla vantagem na etapa inicial 

O Galo começou a partida a todo vapor. Logo no primeiro minuto de jogo, Samuel Xavier cruzou na medida para Ricardo Oliveira, que cabeceou para o fundo das redes e colocou os mineiros em vantagem. Os minutos iniciais de partida foram de amplo domínio alvinegro e os visitantes se contentavam com os contra-ataques cedidos nos erros de passe do Alvinegro.

Assim como no clássico, Cazares e Otero trocavam de posição assim como Tomás Andrade. Pela direita, o argentino junto de Samuel Xavier faziam boas triangulações para entrar na área do Ferrão. O segundo gol do Galo saiu de uma dessas trocas. Otero carregou a bola pelo meio e soltou a bomba: 2 a 0 para o Atlético. 

Nos minutos finais de primeiro tempo, deu venezuelano mais uma vez. Galo chega ao ataque após passes rápidos da dupla de volantes Arouca e Gustavo Blanco e o camisa 30 tocou para Otero, que infiltrou a área adversária para fazer 3 a 0 no placar.

Larghi poupa goleadores do jogo e Galo encaminha classificação

Na volta dos vestiários, Thiago Larghi fez mudanças na equipe. Otero e Ricardo Oliveira deixaram o campo para a entrada de Róger Guedes e Erik, respectivamente. As mudanças no Galo surtiram efeito. Cazares fez bom passe dentro da pequena área para Róger Guedes e o camisa 23 tocou curto para Érik, que só empurrou para o fundo das redes.

Apesar de não ter um homem de referência, o Atlético não mudou taticamente. O time de Larghi manteve o 4-1-4-1 da etapa inicial de partida com Cazares e Róger Guedes trocando de posição, ora o camisa 23 partia por dentro de campo, ora o camisa 10 alvinegro.

Após o 4 a 0, o Galo diminuiu o ritmo de jogo. Por outro lado, o Ferroviário-CE não esboçava reação e se contentava em se defender. O árbitro assinalou dois minutos de acréscimo e apitou o fim da partida.

VAVEL Logo