Brenner comemora apoio da torcida do Botafogo na final: "Décimo segundo jogador"
Brenner no pré-treino (Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

Brenner assumiu a titularidade do ataque alvinegro após a lesão de Kieza e concorre a artilharia do Campeonato Carioca, onde já marcou seis vezes, estando empatado com Pedro, do Fluminense. O Botafogo precisa vencer por dois gols para ser campeão sem a necessidade de disputa de pênaltis diante do Vasco no próximo domingo (8) às 16h. Antes do treino desta quinta-feira (5), o atacante concedeu entrevista coletiva e comentou sobre a boa fase e a expectativa para marcar o gol do título.

"Com certeza! Gol para o atacante é sempre importante e se tratando de uma final que nós precisamos de uma vitória e não tem outro resultado que nos importa, porém temos a consciência de que não vai ser de qualquer maneira que vamos conseguir isso. Mas se o gol vier, independente se for meu, se for do Rabello ou do Carli que está lá atrás, acho que o importante pra gente é conquistar o título domingo", disse.

O time alvinegro sofreu com erros durante a partida contra a equipe vascaína. Os treinos desta semana estão servindo para identificá-los e resolvê-los. O atacante comentou sobre a correção e a busca por vitória no domingo: 

"Isso já vem sendo trabalhado após a nossa representação na terça-feira. Já nos foi passado os materiais da partida, o que nós erramos e também as coisas que acertamos que é importante olhar, porém a gente já vem trabalhando nisso. Não posso te falar os pontos principais que foram, porém o professor Valentim está trabalhando em cima disso para que não voltem a acontecer, principalmente os erros, para que a gente possa fazer uma partida perfeita se tratando de uma final", falou.

No primeiro jogo da final, o camisa 9 alvinegro foi substituído por Kieza e saiu do campo caminhando lentamente, o que causou descontentamento na torcida e com o técnico Alberto Valentim. Brenner se defendeu e explicou que tudo não passou de um mal entendido. "Eu tive que explicar porque algumas pessoas estavam entendendo que eu reclamei com o professor. De maneira alguma eu fiz isso, nunca fiz isso na minha carreira e não foi em uma final que eu ia fazer. Foi só um momento que eu estava desgastado e ele pediu para que eu saísse trotando e eu falei que eu estava cansado e ia sair andando. Não teve irritação da minha parte por ter sido substituído" ​, completou. 

A torcida botafoguense fez filas em General Severiano e no Estádio Nilton Santos para a compra de ingressos. O treino do próximo sábado (7) será aberto ao público. A promessa de setor cheio para a decisão já está sendo cumprida e o atacante comentou sobre o apoio:

"A torcida é o nosso décimo segundo jogador e se eles virem no treino no sábado, como já está marcado, já é um incentivo muito grande. Isso é muito bom para nós jogadores, para a gente sentir o clima da decisão. Esse clima da torcida já um dia antes é muito importante. A gente conta com o apoio de toda a torcida e a gente espera que a torcida botafoguense com certeza vá lotar o Maracanã no domingo" ​, finalizou.

VAVEL Logo