Cruzeiro busca encerrar período de quatro anos sem Mineiro; relembre as maiores secas do clube
Foto: Gualter Naves/Light Press

No próximo domingo (8), o Cruzeiro entra em campo em busca de  quebrar um tabu na final do Campeonato Mineiro. A Raposa tenta encerrar o jejum de títulos no Estadual: já são quatro anos sem levantar o troféu da competição. A última vez que o clube passou por essa situação foi na década de 1980. Após a derrota por 3 a 1 para o Atlético-MG, o time celeste tem a missão de reverter o placar para se sagrar campeão.

A última vez que o Cruzeiro levantou o troféu do Campeonato Mineiro foi em 2014. Do elenco campeão, apenas 7 jogadores integram o clube estrelado nesta temporada, são eles: os goleiros Fábio e Rafael, os zagueiros Dedé e Léo, o lateral Egídio e os meias Henrique e Lucas Silva. 

A equipe da VAVEL Brasil relembra as maiores secas celestes na competição e também o maior período vitorioso do clube. Confira: 

Maiores secas: 
1931 a 1939: 9 edições*
1946 a 1955: 10 edições
1978 a 1983: 6 edições
1922 a 1925: 4 edições
*Ainda como Palestra Itália

Vale a pena ressaltar, que na maior seca de títulos do clube no Mineiro, entre 1946 e 1955, o clube só chegou a final uma vez (em 1954) e ficou em terceiro lugar em cinco ocasiões. O clube viu seu maior rival, Atlético, vencer o campeonato por oito vezes neste período.

Maiores períodos vitoriosos: 
1928 a 1930: 3 edições*
1943 a 1945: 3 edições
1959 a 1961: 3 edições
1965 a 1969: 5 edições
1972 a 1975: 4 edições
1996 a 1998: 3 edições
*Ainda como Palestra Itália

Em 2005, o Ipatinga impediu que o clube celeste levantasse o troféu pelo terceiro ano consecutivo. Defendendo o bicampeonato com títulos em 2003 e 2004, o Cruzeiro perdeu a final para a equipe do interior e não conseguiu chegar ao tetracampeonato consecutivo - o clube estrelado ainda se sagrou campeão em 2006. 

VAVEL Logo