Fábio chega a seu décimo título pelo Cruzeiro; são seis estaduais, sendo cinco contra o Atlético

Goleiro foi campeão em 2006, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2018 do Estadual com a Raposa; da relação, o primeiro foi conquistado sobre o Ipatinga e o restante em cima do Galo

Fábio chega a seu décimo título pelo Cruzeiro; são seis estaduais, sendo cinco contra o Atlético
Fábio tem quase 800 jogos com a camisa do Cruzeiro (Foto: Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro)

O jogador que mais vezes vestiu a camisa do Cruzeiro continua fazendo história no gol da Raposa. Após o apito final do clássico contra o Atlético-MG nesse domingo (8), o time celeste venceu o Galo por 2 a 0, sagrou-se mais uma vez campeão mineiro, e com isso o goleiro Fábio faturou seu décimo título com a camisa estrelada. 

Capitão por vários anos, Fábio é um dos mais experientes no elenco da Raposa. Atualmente, a braçadeira de capitão está com o volante Henrique, mas, mesmo não sendo mais o responsável por erguer a taça, Fábio levantou conquista seu décimo caneco com o Cruzeiro.

Na primeira passagem, ainda em 2000, o goleiro foi campeão da Copa do Brasil com a equipe celeste. Após um tempo no Vasco, retornou ao Cruzeiro em 2004 e, de lá pra cá, várias finais e títulos levantados. Ao todo, o goleiro já venceu os campeonatos mineiros dos anos 2006, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2018. Além disso, levou dois Campeonatos Brasileiros, os de 2013 e 2014, e as Copas do Brasil de 2000 e 2017.

“Glória a Deus sempre, ele é maravilhoso, é merecedor. Em todas as dificuldades que tivemos, Deus sempre tem uma palavra. Nessa concentração, não foi diferente. Eu pedi a Deus paz e uma confirmação do que ele tinha preparado”, disse o goleiro depois do título nesse domingo.

No ranking de maiores vencedores com a camisa do Cruzeiro, Fábio ocupa o nono lugar. Antes dele, há uma lista de grandes jogadores que também fizeram história pela equipe estrelada.

Confira a lista dos maiores vencedores com o Cruzeiro:

1. Ricardinho (volante): 15 títulos, de 1994 a 2002 e em 2007

2. Marcelo Ramos (atacante): 14 títulos, de 1995 a 1997; 1998 a 1999; 2001; 2002 a 2003

3. Piazza (volante): 13 títulos, de 1964 a 1977

4. Zé Carlos (volante): 12 títulos, de 1965 a 1977

4. Nonato (lateral-esquerdo): 12 títulos, de 1990 a 1997

6. Dirceu Lopes (meia): 11 títulos, de 1963 a 1977

6. Palhinha (atacante): 11 títulos, de 1968 a 1984

6. Raul (goleiro): 11 títulos, de  1968 a 1984

9. Fábio (goleiro): 10 títulos, em 2000; e desde 2005

9. Douglas (volante): 10 títulos, de 1981 a 1988; 1992 a 1994

9. Luís Fernando (meia): 10 títulos, de 1990 a 1997