Copa Sul-Americana: tudo o que você precisa saber sobre Fluminense x Nacional Potosí
Foto: Divulgação/Fluminense FC

O Fluminense estreia na Copa Sul-Americana 2018 nesta quarta-feira (11), no Maracanã, às 21h45 (de Brasília), contra o Nacional Potosí, da Bolívia, em jogo válido pela primeira fase. Será a primeira vez que o Tricolor enfrenta um time boliviano em partida oficial da Conmebol. 

+ Ingressos estão à venda para Fluminense x Nacional Potosí, pela Copa Sul-Americana

Na história, o Fluminense jogou contra times bolivianos apenas três vezes, todas em partidas amistosas realizadas em La Paz, no estádio Hernando Siles, durante uma excursão pela América do Sul em 1950. Na ocasião, foram dois empates (contra Deportivo Ferroviário e Deportivo Litoral) e uma vitória contra o Bolívar. 

Como chegam?

Após conquistar o título da Taça Rio e ser eliminado na semifinal do Campeonato Carioca, o Fluminense teve quase duas semanas de descanso e preparação para a estreia na Copa Sul-Americana. No ano, o Tricolor foi derrotado apenas três vezes em 17 jogos, mostrando-se um adversário difícil e encaixando uma sequência de boas atuações durante o segundo turno do estadual, que rendeu o título invicto. 

O Nacional Potosí aposta no bom retrospecto como visitante. Neste ano, foram três vitórias e duas derrotas jogando fora de casa, desempenho bem superior que os 33,3% de aproveitamento quando joga como mandante (apenas uma vitória em seis jogos). 

Fique de olho

Artilheiro do Campeonato Carioca com sete gols, Pedro superou a desconfiança e tem desempenhado bem a tarefa de substituir Henrique Dourado. Além da artilharia, o atacante também tem se destacado com passes - são quatro assistências no ano. 

+ Pedro supera desconfiança e conquista artilharia do Campeonato Carioca

Após perder o destaque e artilheiro da equipe em 2017, o Nacional Potosí contratou o colombiano Harold Reina, de 27 anos, e o atacante assumiu o posto de destaque e artilheiro do time. Já são sete gols neste ano. 

Prováveis escalações

O Fluminense não tem desfalques e jogará com força máxima contra o Nacional Potosí. O Tricolor conta com o apoio da torcida no Maracanã para fazer o dever de casa e abrir uma vantagem confortável para resistir a altitude de 3,960 metros, na Bolívia, no jogo de volta.

Provável escalação: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Júnior e Pedro. 

O Nacional Potosí terá o desfalque do goleiro titular Jorge Ruth, que se lesionou na partida contra o Strongest. Fora isso, os bolivianos se apoiam no bom retrospecto como visitante para construir um bom resultado e jogar mais tranquilo em casa no jogo de volta. 

Provável escalação: Christian Chilo; Saúl Torres, Luis Torrico, Martín Galaín e Jenry Alaca; Wílder Salazar, Edson Pérez, Ronald Gallegos e Thiago Santos; Aldo Velasco e Harold Reina.

Retrospecto

Fluminense e Nacional Potosí se enfrentam pela primeira vez na história. O Tricolor só enfrentou bolivianos em amistosos em 1950 - foram três jogos, dois empates e uma vitória. Será o primeiro jogo oficial da Conmebol do Flu contra times da Bolívia. 

Arbitragem

O árbitro Nicolás Gallo, da Colômbia, apita a partida, auxiliado por Eduardo Díaz e John Alexánder León, ambos também colombianos.

VAVEL Logo