Às vésperas da estreia na Série B, Avaí e Goiás abrem disputa por vaga nas oitavas da Copa do Brasil
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

Às vésperas da estreia na Série B, Avaí e Goiás abrem disputa por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Depois de campanha discreta no Estadual, Leão da Ilha aposta em retrospecto na CdB para abrir vantagem; Esmeraldino vem empolgado após conquista do Goiano

bruno-da-silva
Bruno da Silva
AvaíAranha; Guga, Alemão, Betão, João Paulo; Luan, Judson; Luanzinho, André Moritz, Rômulo; Beltrán. Técnico: Claudinei Oliveira
GoiásMarcelo Rangel; Caíque Sá, David Duarte, Brock, Breno; Madison, Léo Sena; Carlos Eduardo, Giovanni, Maranhão; Júnior Viçosa. Técnico: Hélio dos Anjos
ÁRBITROBruno Arleu de Araujo, que será auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha, todos do RJ
INCIDENCIASPartida de ida da quarta fase da Copa do Brasil 2018, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, SC; a partida começa às 19h30

Candidatos ao acesso à Série A via Brasileirão, Avaí Goiás se enfrentam no que pode ser considerado um teste para as qualidades dos elencos para a disputa da Série B. Porém, mais do que isso, as equipes buscam uma vaga às oitavas de final da Copa do Brasil e a premiação de R$ 2,4 mi. A partida de ida acontece na Ressacada nesta quarta-feira (11), às 19h30.

No histórico entre as equipes, a vantagem é do Avaí: sete vitórias, um empate e três vitórias do Esmeraldino. No último confronto entre as equipes, pela Série B 2016, vitória do Leão por 2 a 0, com gols de Vitor e Renato, que foi anunciado de volta ao time nesta terça-feira (10), e está relacionado para o jogo. No único confronto de mata-mata entre as equipes, pela Sul-Americana 2010, o Goiás se deu melhor: 2 a 2, em casa, e vitória por 1 a 0, na Ressacada. Naquele ano, o time goiano foi vice-campeão da competição continental.

Com reforços à disposição, Avaí quer manter grande campanha

O Avaí não atua desde 1º de abril, quando empatou em 2 a 2 com a Chapecoense, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Catarinense. Sem muitas pretensões na reta final da competição, o Leão fez experiências e não venceu nenhuma das sete últimas rodadas, terminando a competição apenas em sexto lugar, com seis vitórias, seis empates e seis derrotas no total.

Se a campanha não foi das melhores no Estadual, o Avaí se agarra no retrospecto na Copa do Brasil para acreditar na classificação. O Leão é o único time com 100% de aproveitamento na competição até agora. Bateu o Ceilândia-DF, o Juventude, e duas vezes o Fluminense para alcançar a quarta fase da competição. A melhor campanha do time na história da competição foi em 2011, quando caiu nas semifinais para o Vasco.

O goleiro Aranha valorizou o tempo de trabalho que o time teve para treinamentos e também destacou a importância financeira de avançar na competição para um time que tem recursos mais limitados.

"O futebol é complicado. Às vezes, se investe muita grana e as coisas não acontecem. E, às vezes, com poucos recursos, acertando nas contratações, você tem um ano tranquilo. Não é o que o torcedor esperava. Queríamos dar esse título, mas dentro das condições, fizemos um bom Estadual. A gente sabe que o foco é a Série B e Copa do Brasil, que nos dá um alívio financeiro importante. A gente treinou questões táticas e ainda vamos observar outras coisas na concentração. Mas o que ele passou eu não posso falar, pois a troca de informações hoje é mais fácil", contou.

O técnico Claudinei Oliveira tem como único desfalque o atacante Getúlio, que foi expulso na partida contra o Fluminense. O seu substituto será o paraguaio Guillermo Beltrán, que fará seu primeiro jogo como titular. O Avaí também poderá contar com dois dos cinco reforços anunciados nesta semana. O lateral-direito Renato e o atacante Rodrigão, que devem começar no banco de reservas.

Renato, que marcou no último confronto entre Avaí e Goiás, deve começar no banco do Leão (Foto: André P. Ribeiro/Avaí FC)
Renato, que marcou no último confronto entre Avaí e Goiás, deve começar no banco do Leão (Foto: André P. Ribeiro/Avaí FC)

Goiás mantém escalação que garantiu o título

No fim de semana, o Goiás sofreu com um gramado encharcado, mas superou o Aparecidense por 3 a 1 e conquistou seu 28º título estadual. Sem muito tempo para comemorar a taça, o time já vai para uma semana de longas e importantes viagens: enfrenta o Avaí, em Florianópolis, nesta quarta-feira (11), e depois o CSA, em Alagoas, na estreia da Série B no sábado (14).

Para chegar até a quarta fase, o Goiás venceu o Sinop-MT, bateu o Boa Esporte nos pênaltis e eliminou o Coritiba, com uma vitória no Serra Dourada e um empate no Couto Pereira.

O técnico Hélio dos Anjos destacou a dificuldade do confronto contra o Avaí, até por conta do foco do time catarinense na Copa do Brasil em detrimento do campeonato estadual.

"Vamos jogar contra uma equipe que está treinando há mais de 20 dias exclusivamente para estes jogos da Copa do Brasil. Nós vamos enfrentar um Avaí motivado, principalmente, porque eliminou o Fluminense e é sempre muito perigoso na Ressacada. Nosso projeto de Copa do Brasil é ir avançando e buscar a melhor colocação possível", disse

Hélio destacou campanha do Avaí na CdB até agora (Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC)
Hélio destacou campanha do Avaí na CdB até agora (Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC)

Hélio deve manter o mesmo time que venceu a final do Goiano para a partida contra o Avaí. A novidade na convocação para a partida é o zagueiro Edcarlos, campeão da Libertadores e do Mundial pelo São Paulo e que estava no Olimpia-PAR. O meia-atacante Tiago Luís não viajou à Floripa, após se machucar depois de fazer um dos gols na final estadual. O zagueiro Fábio Sanches, ex-Avaí, e os volantes Elyeser e Rezende, estão fora da temporada, por conta de lesão no joelho.

VAVEL Logo

Avaí Futebol Clube Notícias

há 19 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês