Doriva elogia estreia, mas evita garantir classificação da Ponte: "Demos um passo"

Apesar de 3 a 0 contra o Náutico, técnico cobrou seriedade da equipe para confirmar a classificação na semana que vem

Doriva elogia estreia, mas evita garantir classificação da Ponte: "Demos um passo"
Doriva fez sua estreia contra o Náutico (Foto: PontePress)

Nesta quarta-feira (11), a Ponte Preta venceu o Náutico pela Copa do Brasil, por 3 a 0, no Moisés Lucarelli. O jogo marcou a reestreia de Doriva, que volta ao comando da equipe após três anos de sua última passagem. Depois da partida, o treinador avaliou a atuação positivamente, mas preferiu manter os pés no chão e não garantir a classificação antes da segunda partida.

Estrear desta maneira é sempre muito bom. É início de trabalho, mas a confiança é importante em todos os momentos. O primeiro tempo foi muito bom em nível de intensidade, conseguimos marcar o adversário no campo deles e criar situações. Demos um passo. Há mais noventa minutos no Recife e temos que encarar da mesma forma para avançar na Copa do Brasil”, advertiu.

A Ponte Preta construiu a vitória no primeiro tempo, foram três gols nos primeiros 26 minutos de jogo, que deram tranquilidade para a Macaca no restante da partida. Apesar do pouco tempo de treinamento com a equipe, o treinador já pôde enxergar um estilo de jogo que é sua preferência.

Temos um time técnico para ficar com a bola. O jogo do Náutico, atrás da linha da bola, ajudou. Eu estimulo isso, é uma maneira de jogo que eu gosto, com controle do jogo, infiltrações, chutes de média distância e recuperação rápida pós-cruzamento. Isso te mantém na frente e com a posse. A redução dos passes errados é um dado importante para nós, mas a bola sem gols é ineficiente”, exaltou.

No próximo sábado (14), a Ponte faz sua estreia na Série B. A expectativa do clube é o retorno imediato para a elite nacional, ainda que os recursos não sejam tão grandes para fazer investimentos. Por conta disso, o técnico tem estudado cada passo nos bastidores, para não correr riscos de errar no planejamento e botar tudo a perder.

A gente espera brigar pelo acesso. Temos pensado com muita atenção em cada peça trazida. Todos sabem que a competição é dura e desgastante. O objetivo é voltar à Série A. A segunda divisão exige sempre estar entre os primeiros. Vamos estrear em casa e espero que possamos vencer. É preciso pensar jogo a jogo e fazer planos de acordo com o andar da carruagem”, explicou.

Além da estreia de Doriva, outros três jogadores fizeram seu primeiro jogo pela Ponte Preta, entre eles o atacante Junior Santos, que foi o autor do último gol pontepretano e recebeu diversos elogios do novo treinador, que enxergou características que o agradam no atleta.

A estreia do Júnior Santos foi excelente, é muito aguerrido. Brigou pela bola, não desistiu e conseguiu fazer um gol com qualidade e tranquilidade na definição. Vai nos ajudar bastante nas competições que teremos pela frente”, elogiou.

A Ponte Preta volta aos gramados no sábado, às 21h, contra o Paysandu, no Moisés Lucarelli, que não poderá receber público nesta partida. Em seguida, a equipe viaja ao Recife, onde voltará a enfrentar o Náutico, na próxima quarta-feira (18), pela Copa do Brasil.