Jair Ventura aproveita semana livre para encontrar solução para o meio-campo

Com dificuldades para definir o titular para a posição, o técnico Jair Ventura aproveita semana livre para fazer testes no elenco.

Jair Ventura aproveita semana livre para encontrar solução para o meio-campo
Foto: Ivan Storti/ Santos Futebol Clube

Após vencer o Estudiantes, na Argentina por 1 a 0 na última quinta-feira (5), pela Libertadores, o Santos terá folga neste domingo (8) e uma semana de preparação para enfrentar o Ceará, na estreia do Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (14), ás 21 hrs (de Brasília) no Pacaembu. 

Durante os treinamentos no CT Rei Pelé, o técnico Jair Ventura terá de definir o titular no meio-campo, um dos setores em que o comandante santista mais "quebra a cabeça". Jean Mota foi titular na posição no último jogo pela Libertadores, mas não foi tão bem, perdendo inclusive, um gol incrível no primeiro tempo e, assim como em outras ocasiões, não conseguiu agarrar as oportunidades em sua posição favorita.

O técnico santista conta com poucas opções no elenco, e ja testou todas elas durante a temporada.
Vecchio, iniciou a temporada como titular, ganhou grande sequência, mas sofreu por não ter grande mobilidade e voltou a ficar no banco de reserva.

Outro exemplo, é o meia-atacante Diogo Vitor, que fez uma boa partida no clássico contra o Corinthians, no empate em 1 a 1, no dia 4 de março pelo Campeonato Paulista, também foi bem na cobrança de pênaltis contra o Botafogo-SP nas quartas de final da competição. Porém, o jogador ganhou a chance como um 10 e acabou decepcionando nos dois jogos das semifinais contra o Palmeiras.

Vítor Bueno recuperado  de uma grave lesão no joelho, pediu chance ao técnico Jair Ventura na posição. Foi titular na derrota por 3 a 1 para o São Bento, na Vila Belmiro, mas assim como os outros não conseguiu ter uma grande atuação.

Na vitoria por 2 a 1 no jogo de volta contra o Verdão, o Santos jogou com quatro atacantes Eduardo Sasha, Arthur Gomes, Gabigol e Rodrygo, mais recuado entre os quatro. Pode ser uma das soluções para o técnico Jair Ventura 

Na última semana, o Santos tentou a contratação do meia Caio Henrique, formado na base do Peixe e atualmente joga pelo Atlético de Madrid por empréstimo. O desejo do jogador era retornar ao Alvinegro e o presidente José Carlos Peres até iniciou o processo de transferência, mas recuou após analisar as condições. Segundo o mandatário santista, o preço fixado de compra do atleta e o salário estavam longe da realidade financeira do clube. Caio Henrique porém, assinou contrato de empréstimo com o Paraná Clube, após a desistência do Peixe.

A segunda opção do desejo antigo do dirigente santista era o meia Lucas Zelarayán do Tigres- MEX. Peres tentava um acordo desde janeiro. Porém, o argentino vem sendo utilizado com frequência pelo técnico Ricardo Ferreti e a diretoria do clube mexicano fez jogo duro para liberá-lo.