Brasil goleia Venezuela e segue invicto na Copa América Feminina

Beatriz marca duas vezes e se torna artilheira isolada do Brasil; Venezuela disputará espaço pela vice-liderança no próximo jogo

Brasil goleia Venezuela e segue invicto na Copa América Feminina
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Brasil
4 0
Venezuela
Brasil: Bárbara, Rilany, Mônica, Rafaelle, Tamires (Poliana); Formiga, Andressinha, Marta, Thaisinha (Debinha); Bia e Cristiane (Alves).
Venezuela: Castro, Gutiérrez, Cabrera, Rangel, Oliveros, Giménez (Carrasquel), Zambrano, Villamizar (Altuve), García, Viso e Castellanos.
Placar: 1-0, min. 10, Mônica. 2-0, min. 37, Beatriz. 3-0, min. 72, Beatriz. 4-0, min. 86, Marta.
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada da primeira fase da Copa América, realizada no Estádio Sanchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile,

Pela Copa América Feminina, na noite desta quarta-feira (11), o Brasil enfrentou a Venezuela no Estádio Sanchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile. A Seleção Brasileira venceu por 4 a 0, com gol de Mônica, dois de Beatriz e Marta. 

O primeiro tempo começou bastante dinâmico, com as meninas querendo a posse de bola a todo momento. O Brasil de início tentou um contra-ataque depois da bola sobrar, e a Venezuela rapidamente buscou o desarme. Em seguida, Marta ajeitou bola para Andressinha, e a camisa 17 mandou bola por cima do gol. Giménez levou cartão amarelo depois de falta claríssima, jogando o braço no rosto de uma jogadora rival. Aos oito minutos, quase gol do Brasil depois de uma jogada perigosa de Cristiane, mas logo depois, aos 10 minutos, Mônica abre o placar com chutaço depois de Cristiane escorar de cabeça na bola e ela sobrar na área. 

A Venezuela só conseguiu o primeiro ataque com perigo aos 20 minutos, quando Giménez penetrou na área do Brasil, girou, tentou chutar mas não pegou em cheio na bola. Marta aos 25 minutos quase faz o segundo para o Brasil, quando bola vem na área, mas a goleira venezuelana ficou com a bola. Quando chegou à marca dos 37 minutos, não teve jeito, pois Beatriz conseguiu fazer o segundo. No fim, Formiga cruzou para o meio da área e Cristiane manda chute de primeira mas bola saiu e a árbitra finalizou a primeira etapa. 

A segunda etapa final se iniciou bastante morna. O Brasil continuou atacando, levando pressão pra Venezuela, mas até então, nada de gol, apenas defesas ótimas de Castro, principalmente quando Debinha recebeu bola de Cristiane em velocidade e a goleira fez uma excelente defesa. Até que aos 22 minutos, a artilheira Beatriz marca mais uma vez, após Mônica arrancar pela lateral e jogar bola na área, sendo a artilheira do Brasil com cinco gols em três jogos (e duas assistências).

Formiga faz belíssima jogada aos 35 minutos, quando encaixa bola para Castro que finaliza bem mas bola passa rente ao travessão. Dominando o jogo inteiro, o Brasil não teve dificuldades, e quando chegou no final a seleção venezuelana se mostrou totalmente vencida e nem buscou mais ampliar o placar, tentou se defender mas aos 40 do segundo tempo, Marta recebeu bola na área, girou e finalizou, deslocando a goleira Castro. No último minuto, Formiga surpreende quase marcou o quinto gol para a seleção brasileira após invadir a área e mandar uma bomba no gol, mas sem marcar.

Sendo assim, a Seleção Brasileira é a líder do Grupo B da Copa América do Chile com três vitórias em três jogos e fechará a fase de grupos contra a Bolívia na próxima sexta-feira (13). Venezuela e Argentina somam seis pontos cada e dividem a vice-liderança, mas se enfrentarão na última rodada.