D'Alessandro marca no fim, e Internacional abre vantagem sobre Vitória pela Copa do Brasil

Meia argentino contou com falha incrível de Caíque para garantir vitória Colorada no Beira-Rio

D'Alessandro marca no fim, e Internacional abre vantagem sobre Vitória pela Copa do Brasil
Foto: Internacional/Divulgação
Internacional
2 1
Vitória
Internacional: Marcelo Lomba; Iago, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Fabiano (Brenner); Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D'alessandro; Rossi (Nico López) e Róger (Pottker). Técnico: Odair Hellmann
Vitória: Caíque; Rodrigo Andrade (Lucas Marques), Kanu, Ramon e Pedro Botelho; William Farias (Walisson Maia), Uillian Correia, Yago, Alex Baumjoann (José) e Rhayner; Denílson. Técnico: Wagner Mancini
Placar: 1-0, min. 17, Patrick. 1-1, min. 42, Denílson. 2-1, min. 89, D'alessandro
ÁRBITRO: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Alex Ribeiro e Miguel da Costa
INCIDENCIAS: Estádio Beira Rio, Porto Alegre/RS. 4ª Fase da Copa do Brasil 2018

Após mais de vinte dias sem disputar uma partida oficial, o Internacional retornou aos gramados na noite desta quarta-feira (11). Em uma partida muito disputada no estádio Beira-Rio, o torcedor colorado acabou sofrendo, mas no fim D'Alessandro, contando com uma falha incrível de Caíque, deu a vitória colorada por 2 a 1 sobre o Vitória. Patrick havia aberto o placar no primeiro tempo, mas Denílson deixou tudo igual antes do intervalo.

Jogando em casa, o Internacional começou a partida com maior posse de bola e controlando a partida, a primeira chegada com mais perigo da casa foi justamente o lance do gol aos 17 minutos. Aproveitando rebote da zaga, Iago deixou Rossi livre na entrada da área, o atacante colorado tirou o zagueiro da jogada e tocou para Patrick abrir o placar.

Com a vantagem o Internacional administrava a partida, porém a equipe visitante chegou mais ao campo de ataque nos minutos finais da primeira etapa, assustando em algumas oportunidades. Aos 42 minutos, Rodrigo Dourado saiu jogando errado e Rhayner aproveitou. O meia chutou forte, Marcelo Lomba salvou, mas no rebote, Denílson empatou o jogo.

(Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional)
(Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional)

No segundo tempo a equipe colorada pressionou mais a equipe baiana, Odair Hellmann, treinador do Inter, colocou o time pra frente com as substituições, com as entradas de Nico, Pottker e Brenner. A pressão surgiu efeitos aos 44 minutos, quando D'Alessandro cobrou falta direta pro gol, Caíque que já havia feito defesas importantes na partida acabou falhando e dando a vitória ao Internacional.

Com a vitória da equipe gaúcha por 2 a 1, o colorado pode até empatar na próxima quinta-feira (19) no Barradão que garante a vaga às oitavas de finais da Copa do Brasil. Já o Vitória precisa vencer por por dois gols de diferença para buscar a vaga direta, triunfo por apenas um gol de diferença leva a decisão aos pênaltis, lembrando que a Copa do Brasil não usa mais o gol fora de casa como critério de desempate.

No próximo final de semana, Internacional e Vitória estreiam pelo Campeonato Brasileiro, a equipe baiana estreia em casa diante do Flamengo no sábado (14). Já o Internacional, no domingo (15), joga em casa diante do Bahia.