Guia VAVEL do Brasileirão 2018: São Paulo
Guia do Brasileirão 2018: São Paulo

Guia VAVEL do Brasileirão 2018: São Paulo

ph_quiste
Pedro Henrique Quiste

Campeonato Brasileiro de 2018 está prestes a começar, e o São Paulo espera ter um desempenho superior aos dos últimos anos. Para isso, trouxe vários reforços, buscou um novo treinador, e agora pretende ter um ano de mais sucesso.

Começo de temporada razoável

Considerando que o trabalho de Dorival Júnior, bastante contestado, foi interrompido no começo de março, a campanha do Tricolor não é das piores. O futebol apresentado recentemente tem sido mais consistente e parece bem promissor, apesar de o técnico ter assumido há pouco tempo.

Apesar do "mau" desempenho na fase de grupos do Campeonato Paulista, a equipe conseguiu eliminar o São Caetano e quase passar pelo Corinthians, levando um gol nos acréscimos do jogo de volta e sendo eliminada nos pênaltis.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net 

Na Copa do Brasil, cinco jogos: quatro vitórias e uma derrota. O São Paulo eliminou o Madureira (1 a 0), o CSA (2 a 0), e o CRB (5 a 0 no agregado). Já na quarta fase do torneio, ocorreu um revés contra o Atlético-PR, por 2 a 1, mas a partida de volta ainda será disputada, e o confronto segue em aberto.

Contratações na temporada

A diretoria do Tricolor trouxe reforços para todos os setores do campo. No total, oito transferências foram realizadas: o goleiro Jean, os defensores Régis e Anderson Martins, os meias Nenê e Valdívia, além dos atacantes Tréllez e Gonzalo Carneiro.

Carneiro, anunciado no dia 2 de abril (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Sofrimento e alívio no Brasileiro de 2017

Ídolo do clube, Rogério Ceni assumiu o cargo de treinador no começo da temporada, mas seu trabalho não deu certo. Ele foi demitido ainda no primeiro turno do campeonato, deixando a equipe na zona de rebaixamento e dando lugar a Dorival Júnior. Demorou, mas, com grande ajuda de Hernanes, o São Paulo conseguiu se afastar do perigo, terminando o torneio na 13ª colocação.

Expectativas

Não deve ser nesta temporada que o Soberano voltará a levantar o principal troféu no país. Mas também não deve lutar contra o descenso, como fez ano passado. Considerando que sete (oito ou até nove) times classificarão para a Copa Libertadores, é totalmente plausível que a equipe do Morumbi possa lutar para retornar ao torneio continental.

Escalação

Apesar de ter surgido, recentemente, a possibilidade de jogar em um esquema de três zagueiros, o São Paulo deve jogar em um tradicional 4-3-3. Assim, Jucilei, Liziero e Nenê devem fazer o meio de campo, enquanto Marcos Guilherme e Valdívia jogarão pelos lados, dando velocidade.

Arte: Hugo Alves
Arte: Hugo Alves

Destaque: Valdívia

Diferente do ano passado, em que Hernanes aparecia como grande nome do elenco, nesta temporada não há unanimidade. Até agora, no entanto, o jogador que tem atuado melhor é o meia-atacante Valdívia, impondo velocidade aos lados do campo. Ele perdeu algumas semanas devido a um leve estiramento na coxa, mas já está recuperado.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

De qualquer forma, é preciso citar Nenê como um dos atletas mais importantes do time. Apesar da idade, ele tem sido consistente e tendo boas atuações - como no clássico contra o Corinthians na semifinal, em que marcou gol e venceu por 1 a 0.

Fique de olho: Liziero

Apesar de não ser muito famoso, principalmente por ser jovem e estar na primeira sequência como jogador profissional, Liziero tem mostrado muita capacidade para preencher o meio de campo. Com inteligência tática e intensidade, ele tem conseguido ajudar nas tarefas defensivas e ofensivas e pode evoluir ainda mais com o tempo.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Esperanças em Diego Aguirre, o treinador

Contratado em março após a derrota do São Paulo em um Choque-Rei, o uruguaio parece já ter conseguido organizar a equipe dentro de campo. A intensidade e característica 'aguerrida' também tem agradado os torcedores, e o trabalho pode evoluir ainda mais com o tempo - afinal, ele só assumiu a cerca de um mês.

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

Lar, doce lar: Morumbi

Com capacidade para cerca de 66 mil torcedores, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, conhecido como Morumbi, é o lugar onde a torcida apoia e empurra os jogadores. Não é à toa que o recorde de público do ano passado, por exemplo, pertenceu ao Tricolor.

Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images

 

VAVEL Logo

    Sao Paulo FC Notícias

    há 16 dias
    há 17 dias
    há 18 dias
    há 20 dias
    há 22 dias
    há 25 dias
    há 25 dias
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há um mês