Guia VAVEL do Brasileirão 2018: Vitória
Arte: Rodrigo Rodrigues/VAVEL Brasil

O Esporte Clube Vitória chega para mais uma temporada neste ano de 2018 com algumas expectativas, entre elas não participar da briga pela permanência na Série A como em 2017. O segundo maior campeão do estado da Bahia busca uma redenção e temporada consistente.

A VAVEL Brasil preparou este guia para você, torcedor e amante do futebol, ficar por dentro de como chega o Rubro-negro para este ano e as expectativas da equipe para mais uma temporada na elite do futebol brasileiro.

Campanha neste início de 2018

O início de ano da equipe de Salvador não é dos mais agradáveis até o momento. O Leão foi vice-campeão do Campeonato Baiano, após ser derrotado dentro do Barradão para o Bahia, no último domingo (8).

Pela Copa do Brasil, o time está na quarta fase e tem dois confrontos diante do Internacional para tentar chegar à próxima fase da competição. Na Copa do Nordeste, encara o Sampaio Corrêa nas quartas de final.

(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Contratações

O Leão Baiano fez 10 contratações para esse início de ano buscando um remodelação no elenco. Os nomes são:

Rodrigo Andrade: volante vindo do Paysandu, clube que foi revelado.

Jonatas Belusso: atacante, vem do Al-Shabab. Foi destaque na série B de 2017 com 11 gols pelo Londrina e foi vendido. Agora volta ao Brasil.

Guilherme Costa: meia, com última passagem pelo Vasco. Jogador chega por empréstimo até o fim do ano.

Baumjohann: meia de nacionalidade alemã. Revelado pelo Schalke 04 e com passagem pelo Bayern de Munique. Última passagem foi pelo Coritiba.

Pedro Botelho: lateral-esquerdo, natural de Salvador. No Brasil atuou por Atlético-MG e Atlético-PR, mas na Europa chegou a jogar em clubes conhecidos na Espanha como Celta de Vigo e Levante. Em 2017 jogou por Boavista-RJ e CRB.

Walisson Maia: zagueiro, revelado pelo Coritiba. Fica por empréstimo no Vitória até o fim de 2018.

Rhayner: atacante volta ao clube com empréstimo até o final da temporada junto ao Tombense-MG, time que detém seus direitos.

Bryan: lateral-esquerdo, emprestado pelo Cruzeiro por um ano. Atleta foi revelado pelo América-MG. 

Denilson: atacante, chega por emprestado pelo Granada, da Espanha, até o fim de 2018. No Brasil passou por Fluminense, onde foi revelado, e São Paulo, último clube que jogou.

Lucas: lateral-direito, com passagens por Botafogo, Palmeiras, Fluminense e Cruzeiro. Chega ao Rubro-negro por empréstimo do Palmeiras até o fim do ano.

(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Campanha em 2017

O ano passado do Vitória começou bem, com o título baiano em cima do maior rival. Com empate em 1 a 1 na Fonte Nova, o 0 a 0 no Barradão foi fundamental para a conquista estadual.
Pela Copa do Nordeste, mais dois confrontos contra o Bahia. No Barradão, 2 a 2. A volta, na Fonte Nova, acabou com vitória o Tricolor e eliminação nas semifinais do maior torneio regional do país.

Na Copa do Brasil, eliminação precoce na quarta fase da competição para o Paraná Clube. Em Salvador, 0 a 0. Em Curitiba, derrota para os paranaenses por 2 a 0 e adeus cedo ao torneio de mata-mata nacional.

No Campeonato Brasileiro, a equipe só se salvou do rebaixamento para a série B na última rodada. Mesmo com derrota para o Flamengo por 2 a 1, a equipe se salvou devido à derrota do Coritiba para a Chapecoense.

(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

O que esperar em 2018?

O Vitória passa por uma reformulação nesta temporada. Muitos empréstimos, contratações e muitas saídas de jogadores importantes como Tréllez, Kieza, David e Carlos Eduardo podem fazer o ano no Barradão ser bem agitado.

A maior expectativa do Rubro-negro é não brigar, novamente, na parte de baixo da tabela e ser mais regular nas competições mata-mata que estão em disputa ainda.

Escalação

Destaque

O principal nome do Leão Baiano é o atacante Neilton, que chegou no início de 2017 ao clube. Com passagens por São Paulo, Botafogo, Cruzeiro e Santos, o atleta só consegui se firmar na equipe de Salvador.

Em 40 jogos, somando partidas por Santos, Cruzeiro e São Paulo, o jogador fez apenas cinco gols e deu três assistências. Pelo Vitória, o camisa 10 tem 20 tentos marcados em 50 jogos e 12 passes para gols.

(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Fique de olho

Com passagem pelo Londrina em 2017 e 11 gols marcados em 17 atuações pela série B, quem pode surpreender é o atacante Jonatas Belusso. Ao todo foram 23 gols marcados na última temporada. Como um bom camisa 9, Belusso tem presença de área e é bom finalizador.

(Foto: Divulgação/EC Vitória)
(Foto: Divulgação/EC Vitória)

Estádio

O Estádio Manoel Barradas, mais conhecido como Barradão, foi criado em 1986 (há 31 anos) em Salvador, na Bahia. Sua capacidade é de 30.618 pessoas por conta das reformas, mas os dados de recorde de público são de 51.200 pessoas. O estádio além de tudo é composto por grama natural e tem como proprietário de administrador o próprio Vitória. 

Já são mais de 500 jogos realizados pelo Leão no estádio e os números dentro de casa são cada vez melhores. Os títulos conquistados no Barradão são: Campeonatos Baianos de 1995, 1996, 1997, 1999, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2008, 2009, 2010, 2013 e Copa do Nordeste de 2003. 

(Foto: Luiz Bartollo/EC Vitória)
(Foto: Luiz Bartollo/EC Vitória)
VAVEL Logo