Vila Nova marca na reta final e derrota Avaí na arrancada da Série B
Foto: André Costa/Vila Nova FC

Vila Nova marca na reta final e derrota Avaí na arrancada da Série B

Mateus Anderson marcou aos 37 do segundo tempo o gol da vitória na primeira rodada da Segundona; Leão teve mudanças por conta de compromisso da Copa do Brasil e acabou derrotado

bruno-da-silva
Bruno da Silva
Vila NovaMateus Pasinato; Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta, Gastón Filgueira; Geovane, Wellington Reis (Moacir, min. 42/2ºt); Mateus Anderson, Elias (Vinícius Leite, min. 24/2ºt), Reis; Keké (Lincom, min. 14/2ºt). Técnico: Hemerson Maria
AvaíAranha; Guga, Alemão, Betão, Capa; Luan, Judson (Rômulo, min. 32/2ºt); Lourenço, Pedro Castro, Maurinho (Renato, min. 26/1ºt); Rodrigão (Getúlio, min. 13/2ºt). Técnico: Claudinei Oliveira
Placar1-0, min. 37/2ºt, Mateus Anderson
ÁRBITROAntonio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Rogério De Oliveira Braga e Thyago Costa Leitão, todos do PI. Amarelos: Wellington Reis, Geovane, Wesley Matos, Gastón Filgueira (VNO); Judson (AVA)
INCIDENCIASPartida válida pela 1ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, GO

Na estreia da Série B, o Vila Nova marcou na reta final e venceu uma equilibrada partida diante do Avaí, por 1 a 0. O Leão mexeu no time pensando na partida de volta da Copa do Brasil, e acabou sofrendo aos 37 do segundo tempo o gol que decretou o placar no Serra Dourada. Mateus Anderson foi o autor do gol.

O primeiro tempo teve o Vila Nova com mais domínio territorial - 61% de posse de bola - e finalizações (cinco a dois), e com o Avaí, com algumas mudanças por conta da Copa do Brasil, tentando apostar em contra-ataques, jogadas de velocidade e bolas parada para buscar seu gol. A primeira chance foi do Tigre aos seis. Maguinho chegou até a linha de fundo, cruzou para trás e Elias finalizou em cima do próprio companheiro. No rebote, Filgueira bateu de primeira em um sem-pulo, e acertou na rede pelo lado de fora.

A resposta do Avaí veios aos 11. Em lançamento de Capa para a área, Wesley Matos furou e Rodrigão saiu na cara do goleiro, mas tocou fraco na bola e Mateus Pasinato saiu do gol para abafar e segurar. As duas equipes chegaram a criar boas chances em bolas trabalhadas, mas erraram no último passe e não concretizaram com finalizações.

Aos 29, na cobrança de lateral de Guga para a área, Wellington Reis desviou contra o próprio patrimônio e Pasinato voou no ângulo para evitar o gol contra. Na reta final da primeira etapa, o Vila Nova passou a ter uma presença ainda maior no ataque e conseguiu boas chances para sair na frente. Aos 33, Elias recebeu de Maguinho, tocou para trás e Mateus Anderson apareceu sozinho dentro da área, mas bateu em cima de Aranha, que segurou firme. Sete minutos depois, depois de cruzamento de Gastón, Alemão afastou para frente e Elias bateu de primeira no rebote, porém a bola explodiu na trave e foi para fora.

Nos acréscimos, aproveitando erro na saída de bola de Maguinho, Rodrigão abriu na esquerda, Luan avançou e chutou forte da entrada da área, mas mandou por cima a última chance do primeiro tempo no Serra Dourada.

O Avaí voltou para o segundo tempo com uma postura mais ofensiva e, além de evitar grandes chances do Vila, chegou com perigo contra o gol alvirrubro. Aos 12, Renato fez jogada individual na intermediária, trouxe da direita para a canhota e arriscou de fora, mas Pasinato segurou firme no canto direito. Dois minutos depois, após cruzamento de Pedro Castro, a zaga afastou para frente, Judson ajeitou e Lourenço bateu de primeira, carimbando o travessão do Vila.

Depois desse começo um pouco mais presente do Leão no campo de ataque, o Vila passou novamente a ter mais posse de bola e voltou a assustar. Aos 19, Reis avançou pela esquerda, ganhou de dois marcadores e soltou para Lincom, que bateu cruzado e parou em boa defesa de Aranha.

Alguns cruzamentos para a área do Vila Nova levaram perigo, mas faltava a finalização para o time mandante. Vendo a perspectiva de buscar a vitória, o técnico do Avaí, Claudinei Oliveira, trocou o volante Judson pelo atacante Rômulo. Mas o tiro saiu pela culatra. Aos 36, após cruzamento da esquerda, Rômulo afastou mal e Mateus Anderson bateu de primeira, no canto esquerdo de Aranha, e abriu o placar no Serra.

Com a vantagem, o Vila Nova passou a se defender e o Avaí a pressionar, mas com pouca efetividade. Aos 43, Pedro Castro recebeu na intermediária, arriscou chute no canto e Pasinato foi no canto para fazer boa defesa. Apesar das tentativas dos catarinenses, o time falhou na tomada de decisão e viu os mandantes comemorarem a vitória após o apito final em Goiânia.

Os dois times voltam a campo pela Série B no próximo sábado (21), às 16h30. O Vila Nova visita o CRB, enquanto o Avaí volta à Ressacada para enfrentar o Brasil de Pelotas. Antes, na quarta-feira (18), às 19h30, o time catarinense joga novamente no Serra Dourada: dessa vez enfrenta o Goiás, em jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Na ida, empate por 2 a 2 em Florianópolis.

VAVEL Logo

Avaí Futebol Clube Notícias

há 24 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês