Operário-PR vence Volta Redonda pelo placar mínimo em rodada de abertura da Série C 2018
Gil Paraíba comemora gol diante do Volta Redonda. (Foto: José Tramontin/OFEC)

Operário-PR vence Volta Redonda pelo placar mínimo em rodada de abertura da Série C 2018

Gil Paraíba marcou no primeiro tempo e garantiu três pontos aos paranaenses; lance inusitado envolvendo a arbitragem marcou a segunda etapa

yannrodrigues
Yann Rodrigues
Operário-PRSimão, Léo, Alisson, Sosa e Raphael Soares; Chicão, Índio (Erick, min. 70), Gil Paraíba, Cleyton (Athos, min. 73) e Jean Carlo; Schumacher (Quirino, min. 81).
Volta RedondaDouglas Borges; Luís Gustavo (João Clériston, min. 77), Bruno Costa, João Guilherme e Diego Maia; Bruno Barra, Pablo (Vinícius Pacheco, min. 63), Marcelo, Dija Baiano e Luã Lúcio (Angel Martinez, min. 64); Jhulliam.
Placar1-0, min. 32, Gil Paraíba.
ÁRBITROMarcos Mateus Pereira (MS-CBF) Cartões amarelos: Índio, Alisson, Jean Carlo e Gil Paraíba (OPR); Bruno Costa e Luís Gustavo (VRE)
INCIDENCIASPartida válida pela primeira rodada da série C disputada no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná.

Operário-PR e Volta Redonda se enfrentaram na primeira rodada do Campeonato Brasileiro série C de 2018. Os dois últimos campeões da série D duelaram no Germano Krüger, em Ponta Grossa, e com gol de Gil Paraíba no primeiro tempo os donos da casa estrearam com vitória na terceira divisão. 

A primeira chegada foi do time paranaense aos cinco minutos de jogo. Chicão recebeu, ajeitou e bateu colocado levando muito perigo ao gol de Douglas Borges. Jhuliam respondeu para os cariocas, chutando forte mas o goleiro Simão fez excelente defesa. 

O gol saiu aos 32 minutos da primeira etapa. Jean Carlo fez excelente jogada e bateu firme, Douglas Borges espalmou e Gil Paraíba apareceu para fazer o primeiro gol do duelo no estádio Germano Krüger. 

No segundo tempo, quase o empate da equipe do aço. Marcelo recebeu na entrada da área, clareou e encheu o pé, mas a bola pegou na rede pelo lado de fora. O Fantasma respondeu com Léo. O camisa 2 bateu forte mas parou em excepcional defesa de Douglas Borges. 

Os donos da casa seguiram pressionando. Erick, em primeira jogada após entrar no jogo, bateu falta colocado e obrigou o arqueiro do Voltaço a voar para fazer grande defesa. Gil Paraíba quase chegou ao segundo gol, dele e do Operário, no jogo, mas, cara a cara com Douglas, o meia parou no camisa 1 do clube do Rio de Janeiro

Os mandantes quase ampliaram com Gil Paraíba de novo, mas após receber passe de Athos, driblar o goleiro e marcar, o jogador foi sinalizado pela arbitragem que estava em posição irregular. 

Lance inusitado no fim jogo foi a falta de atenção do árbitro Marcos Mateus Pereira. Ele aplicou o segundo cartão amarelo do meia Jean Carlo, mas não se deu conta que era o segundo e não expulsou o jogador. 

No último lance do confronto, Jhuliam conseguiu igualar o marcador para o Volta Redonda mas o auxiliar ergueu a bandeira assinalando o impedimento do atacante da equipe carioca. 

O Operário volta a campo no próximo domingo (22), às 15h, para enfrentar o Ypiranga no estádio Colosso da Lagoa, pela segunda rodada. O Voltaço recebe o Cuiabá no sábado (21), no Raulino de Oliveira, também pelo segundo jogo da competição.

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 2 dias
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias