Recordar é viver: Internacional e Bahia foram os finalistas do Campeonato Brasileiro de 1989
(Foto: Divulgação / SC Internacional)

Recordar é viver: Internacional e Bahia foram os finalistas do Campeonato Brasileiro de 1989

Partida deste domingo (15) marca reencontro de baianos e gaúchos pelo Brasileirão

_juanlink_
Juan Link

Após vencer o Vitória por 2 a 1 na última quarta-feira (11), pela 4ª fase da Copa do Brasil, o Internacional tem mais uma partida contra um clube baiano. Desta vez, pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Colorado enfrenta o Bahia a partir das 16h deste domingo (15), no estádio Beira Rio.

O confronto entre gaúchos e baianos tem muita história. Aliás, desde 1968 sulistas e nordestinos enfrentam-se. Inclusive as equipes já decidiram um Campeonato Brasileiro. Em 1989, o Bahia sagrou-se campeão da competição nacional em cima do Colorado.

Escalações e detalhes:

Jogo de ida: 15 de fevereiro de 1989 — Estádio Fonte Nova

Bahia: Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir e Edinho; Paulo Rodrigues, Bobô e Osmar; Zé Carlos, Charles (Sandro) e Marquinhos.                                                                                                        Técnico: Evaristo de Macedo

Internacional: Taffarel; Luiz Carlos Winck, Aguirregaray, Nenê e Leomir ; Norberto, Luís Carlos Martins e Edu Lima; Maurício (Heyder), Nílson e João Luís.                                                                                    Técnico: Abel Braga.

Com o formato de mata-mata, na época o Tricolor Baiano comandado por Evaristo de Macedo venceu a primeira partida no então estádio da Fonte Nova. Com dois gols de Bobô para os nordestinos, o Bahia venceu o Inter por 2 a 1. O lateral-esquerdo Leomir descontou para os gaúchos.

Jogo de volta: 19 de fevereiro de 1989 — Estádio Beira Rio

Internacional: Taffarel; Luiz Carlos Winck, Aguirregaray, Norton e Casemiro; Norberto, Luís Carlos Martins e Luís Fernando Flores; Maurício (Heyder), Nílson e Edu Lima (Diego Aguirre).                              Técnico: Abel Braga

Bahia: Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir (Newmar) e Paulo Róbson; Paulo Rodrigues, Gil e Bobô (Osmar); Zé Carlos, Charles e Marquinhos.
Técnico: Evaristo de Macedo.

Na partida de volta, dentro do estádio Beira Rio, o Inter de Taffarel, Luis Carlos Winck e Diego Aguirre não conseguiu tirar o placar do 0 e o Esquadrão de Aço ergueu sua segunda taça de campeão brasileiro.

Histórico de confrontos:

A história entre Internacional e Bahia, no Campeonato Brasileiro, completa 50 anos nesta temporada.  De lá pra cá, já se foram 48 partidas. São 20 vitórias coloradas contra 14 êxitos do Bahia. O número de empates é o mesmo que de vitórias dos nordestinos. Ao todo são 70 gols marcados pelos vermelhos e 49 dos tricolores.

O maior placar em jogo pelo campeonato nacional é do Inter. Em 6 de abril de 1980 o colorado aplicou um 5 a 0 no Bahia, no estádio Beira Rio. Na Fonte Nova, o maior placar também é do Inter. Em 1997, a equipe gaúcha aplicou 4 a 1 nos baianos.

VAVEL Logo

Sport Club Internacional Notícias

há 23 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses
há 2 meses