Recordar é viver: Palmeiras leva vantagem em duelos contra o Botafogo

Em 54 oportunidades pelo campeonato Brasileiro, o time Alviverde alcançou a vitória 23 vezes contra apenas 13 do clube carioca

Recordar é viver: Palmeiras leva vantagem em duelos contra o Botafogo
Palmeiras busca estreia com vitória fora de casa; resultado é importante para o restante da competição (Foto: Alexandre Schneider/ Getty Images)

O Palmeiras dá inicio na noite desta segunda-feira (16), a caminhada em busca da sua décima taça de campeão brasileiro contra o Botafogo-RJ. A bola rola às 20h (Horário de Brasília), no Nilton Santos, casa do time botafoguense.

Palmeiras e Botafogo se enfrentaram 54 vezes pelo Brasileirão, isso se contarmos o Brasileiro unificado. Da década de 50 até os dias atuais o retrospecto se mostra favorável ao time do Palestra Itália, com 23 vitórias contra apenas 13 do time carioca; o confronto terminou empatado em 17 oportunidades.

6 a 0 e show de Evair

Em 1999 o confronto da noite de hoje acontecia na casa do Palmeiras. O clube da capital paulista contava com um elenco fortíssimo e acabará de se consagrar campeão da Copa Libertadores da América, quando pegou em seus domínios o frágil Botafogo.

O elenco era recheado de estrelas, tais como: Evair, Roque Júnior, Marcos, Asprilla, Francisco Arce e tantos outros. A era Parmalat reinava no clube alviverde e os títulos foram consequências.

A partida acabou 6 a 0, podendo ainda ser mais. O Verdão era uma máquina, e trucidou o clube da estrela solitária que havia vencido o time palestrino por 3 a 1 no último duelo entre as equipes. Evair, autor de um gol e três assistências, foi o nome do jogo e responsável por ser o carrasco do alvinegro carioca.

Anos de jejum nos dois lados

Botafogo

Pelo lado alvinegro, a maior fila encarada em um campeonato Brasileiro foi de 1967 a 1969, onde o time de Mário Zagallo, recheado de estrelas não conseguiu vencer o time da capital paulista em quatro oportunidades. Duas derrotas e dois empates foram o saldo dos confrontos na época.

Neste mesmo período o Botafogo contava com Lêonidas -exímio zagueiro que chegou ao clube com a missão de substituir Nilton Santos-, Gerson o “canhotinha de ouro”, Jairzinho e entre outras estrelas que futuramente frequentariam a seleção comandada pelo mesmo Zagallo na copa de 70. Tal elenco e força não foram suficientes para o Botafogo - bicampeão carioca e campeão Brasileiro (antiga taça Brasil)- parar a máquina alviverde. 

 

Lado Alviverde

Já pelo lado dos paulistas, o maior jejum enfrentado aconteceu entre 1989 e 1992. O time que antecedia a gloriosa “Era Parmalat” saiu sem a vitória em cinco oportunidades, se tornando a equipe com o maior jejum em confronto direto.

O time que contou com a presença de Veloso – quarto goleiro que mais vestiu a camisa do Verdão-, Dorival Junior e cia, não fez nenhum gol em quatro oportunidades, além de perder três dentre as cinco partidas.

O que esperar do confronto?


O confronto marca o inicio de uma nova caminhada para o Palmeiras. Os jogadores já deixaram a polêmica final do campeonato Paulista para trás, e estão totalmente focados para realizarem uma boa estreia fora de casa, algo muito importante para os planos do Verdão no ano.