Renato Gaúcho comemora empate fora de casa, mas lamenta falta de pontaria do Grêmio
(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Renato Gaúcho comemora empate fora de casa, mas lamenta falta de pontaria do Grêmio

Treinador do Grêmio também ficou na bronca com a arbitragem em pênalti não marcado

lucasraphaelalves
Lucas Raphael Alves

Após vitória na estreia do Campeonato Brasileiro de 2018, o Grêmio voltou a campo, fora de casa, na noite desta terça-feira (17) pela Copa Libertadores da América para encarar o Cerro Porteño-PAR. O Tricolor de Porto Alegre ficou no 0 a 0 e reclamou muito de um pênalti não marcado em Everton, ainda na primeira etapa.

+Com polêmica em pênalti não marcado, Grêmio empata com Cerro Porteño no Paraguai

O treinado do Grêmio, Renato Portaluppi, gostou da atuação de seus comandados no Paraguai. O Tricolor sofreu ataques, mas soube suportar a pressão do time da casa e garantiu um ponto longe de seus domínios. Renato ainda destacou o pênalti não marcado em Everton nos primeiros 45 minutos.

"O jogo foi bastante disputado, como é normal de Libertadores. O Cerro é líder da chave. Mas a minha equipe se comportou muito bem. Soubemos superar as dificuldades e não demos chances ao adversário. Tivemos algumas oportunidades no primeiro tempo, um pênalti legítimo que o juiz não deu. No segundo tempo procuramos atrair eles para o nosso campo e, infelizmente, não fizemos gols", avaliou o comandante.

Treinador ficou na bronca com a arbitragem (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Treinador ficou na bronca com a arbitragem (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Renato Gaúcho ainda aproveitou para destacar a sequência de jogos do Grêmio e a importância de preservar jogadores. O treinador comemorou o fato de ter um bom grupo para trabalhar.

"Estreamos no Brasileirão três dias atrás, fora as viagens. Os jogadores são humanos, chega uma hora que tem que segurar um ou outro. Os dois (Léo Moura e Maicon) me disseram que estavam com dores musculares. Por isso temos um grupo grande e bom. Quem entra, dá conta do recado", celebrou Portaluppi.

Antes de encerrar a coletiva, Renato Gaúcho voltou a falar sobre a penalidade não marcada e os cuidados que tomou durante os 90 minutos. O treinador afirma que o Grêmio não entrou para se defender e espera contar com Luan já no final de semana, na Arena, contra o Atlético-PR, pelo Brasileirão.

"Grêmio não veio para se defender. Tivemos nossos cuidados defensivos, é normal. Mas sempre buscamos os gols. Tivemos um pênalti legitimo, as melhores oportunidades do jogo. O Grêmio teve cuidados, mas buscou a vitória. O Luan tem esse problema da fascite, mas também está com dores musculares. No próximo domingo não terá problemas e ele deve estar em campo", finalizou o comandante.

VAVEL Logo