Atlético-GO toma susto, mas segura vantagem e bate Guarani
Foto: Divulgação/Atlético-GO

Atlético-GO toma susto, mas segura vantagem e bate Guarani

Dragão chegou a abrir 3 a 0, tomou dois gols em três minutos, porém assegurou a segunda vitória em dois jogos em casa na Série B: 3 a 2

bruno-da-silva
Bruno da Silva
Atlético-GOKlever; Alisson, William Alves, René, Bruno Santos; Bileu, Rômulo, Fernandes; Júlio César (Cristhyan, min. 42/2ºt), João Paulo, Tito (Joanderson, min. 32/2ºt). Técnico: Claudio Tencati
GuaraniBruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Anderson, Kevin; Ricardinho (Guilherme, min. 12/2ºt), Baraka; Bruno Nazário, Rondinelly (Serafim, min. 36/2ºt), Denner; Caíque (Anselmo Ramon, min. 12/2ºt). Técnico: Umberto Louzer
Placar1-0, min. 23/1ºt, João Paulo. 2-0, min. 45/2ºt, Fernandes. 3-0, min. 14/2ºt, João Paulo. 3-1, min. 18/2ºt, Bruno Nazário. 3-2, min. 21/2ºt, Anselmo Ramon
ÁRBITROAlexandre Vargas Tavares de jesus, Luiz Cláudio Regazone e Wendel Gouvêa, todos do RJ. Amarelos: Bruno Santos, Bileu (ATG); Ricardinho, Philipe Maia (GUA)
INCIDENCIASPartida válida pela 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Olímpico, em Goiânia, GO

Vencer em casa na Série B é sempre importante para alcançar seus objetivos. Por enquanto, o Atlético-GO está cumprindo bem essa meta. Na abertura da terceira rodada, nesta terça-feira (24), o Dragão bateu o Guarani por 3 a 2, no Olímpico de Goiânia. João Paulo, duas vezes, e Fernandes marcaram para assegurar a segunda vitória em dois jogos do time de Goiânia como mandante na Segundona. Bruno Nazário e Anselmo Ramon fizeram para o Bugre.

O início de partida foi grande superioridade do Bugre. Pressionando a saída de bola do Atlético-GO, o Guarani ocupou o campo de ataque rival e desperdiçou chances. Foram quatro ocasiões claras antes dos 20 minutos: Caíque e Ricardinho obrigaram Klever a fazer grandes defesas, enquanto Rondinelly e Bruno Nazário assustaram com finalizações muito perto do ângulo.

Mesmo após essa grande pressão bugrina no início da partida, foi o Atlético que saiu na frente. Aos 23, após cobrança de escanteio de Júlio César, a bola sobrou para João Paulo, e o camisa 10 bateu de pé esquerdo, por baixo do goleiro, para abrir o placar no Olímpico: 1 a 0.

O gol do Dragão diminuiu a pressão do Guarani, que deu mais espaços e se expôs à contra-ataques, apesar de ter tido boa chance com Bruno Nazário aos 41. Mesmo superior no total do primeiro tempo, o Bugre ainda tomou mais um golpe antes do intervalo. No último minuto, Rômulo deu belo passe rasteiro pelo meio da defesa e Fernandes, com calma, saiu de frente para o goleiro e tocou para o gol para fazer 2 a 0 para o Atlético-GO.

O Atlético-GO começou o segundo tempo bem menos pressionado, e conseguiu controlar a pressão bugrina. Para melhorar, aos 13, após cruzamento de Júlio César, Tito chutou mal, mas o Atlético deu sorte e a bola sobrou livre para João Paulo, que tirou do goleiro e ampliou a vantagem dos mandantes: 3 a 0.

Quando o jogo parecia tranquilo para o Atlético-GO, o Guarani, mesmo longe de seu melhor momento no jogo, acordou. Aos 18, Lenon cruzou a bola fechada, Klever soltou na pequena área e Bruno Nazário tocou no reflexo para descontar em Goiânia. Dois minutos depois, Denner cobrou a falta na segunda trave, Anselmo Ramon desviou e a bola tocou em René e morreu na rede do Atlético-GO, que viu sua vantagem diminuir drasticamente em dois minutos.

Apesar de dois gols em sequência, o Guarani não conseguiu exercer a mesma pressão da primeira etapa, e o Atlético-GO foi melhor na segunda etapa. Aos 27, Júlio César cobrou falta de longe, mandou forte no canto direito, porém Bruno estava ligado e tirou de manchete. Joanderson, vindo do banco, também teve duas boas chances, mas falhou na finalização. Na reta final, o Bugre teve oportunidades na bola parada, porém não aproveitou e saiu derrotado do Olímpico.

Com seis pontos, o Atlético-GO se iguala aos líderes da Série B, ocupando a quinta colocação. Já o Guarani para nos três, e está em oitavo. As posições dos clubes ainda devem mudar bastante, já que ainda acontecerão nove jogos na rodada da Série B.

Os dois times voltam a campo em 12 dias. No sábado (5), o Atlético-GO joga em Maceió contra o CRB, às 16h30. No mesmo dia, o Guarani joga o dérbi campineiro contra a Ponte Preta, às 19h, no Brinco de Ouro da Princesa.

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 4 horas
há 4 horas
há 5 horas
há 5 horas
há 9 horas
há 11 horas
há 12 horas
há 12 horas
há 14 horas
há 16 horas
há 18 horas