Notas:  Copete retorna, Gabriel encerra jejum, na vitória do Santos sobre Estudiantes

Jogando na Vila Belmiro, o Peixe bateu o Estudiantes pelo placar de 2 a 0 e conseguiu sua terceira vitória na Libertadores 2018

Notas:  Copete retorna, Gabriel encerra jejum, na vitória do Santos sobre Estudiantes
Ivan Storti/Santos FC

O Santos, jogando em sua casa, venceu mais uma na Libertadores. Com um jogo complicado, contra uma defesa fechada, o Peixe demorou pra marcar, mas mesmo assim conseguiu  ótima vitória por 2 a 0 contra o Estudiantes.

O mesmo Estudiantes que o Santos bateu por 1 a 0, fora de casa, na rodada anterior da Libertadores. Resultado que deu tranquilidade para a equipe da Vila Belmiro.

No final do primeiro tempo, aos 44 minutos, Gabriel Barbosa foi lançado em contra ataque e tocou na saída do goleiro para deixar o Santos na frente do placar.No segundo tempo, o gol saiu mais rápido. Aos 5 minutos, Jean Mota cobrou falta e Lucas Veríssimo marcou de cabeça, ampliando o marcador.

O time volta a campo na próxima terça-feira, pela Libertadores mais uma vez. Agora contra o Nacional, o Santos viajará até o Uruguai, para mais um jogo difícil pela competição continental.

A equipe VAVEL Brasil avaliou a atuação da equipe alvinegra no confronto desta terça-feira e definiu notas para os atletas.

Notas:
Vanderlei 7: Foi pouco exigido pelo ataque do time argentino, mas quando veio perigo, salvou o Santos de levar gols. Seguro mais uma vez.

Daniel Guedes 7,5: Com boas passagens, cruzamentos perigosos e boas recomposições, o lateral foi muito bem no jogo.

Lucas Veríssimo 8: Autor de um dos gols e com várias rebatidas, foi o melhor da defesa santista, dando muita segurança ao resto do time.

David Braz 7: Pouco exigido, mas quando apareceu foi bem, com desarmes precisos.

Dodô 7,5: Como o outro lateral, Dodô foi muito bem nas passagens para a linha de fundo, na recomposições e cruzamentos, além de ajudar muito o menino Rodrygo no ataque.

Alison 8,5: Um leão em campo. Desarmes precisos e saída de bola com ótima qualidade. O volante santista dominou o meio de campo do jogo, sendo um dos melhores em campo.

Copete 7: Primeiro jogo do atacante desde o dia 11 de Março, então a falta de ritmo pesou. Por isso acabou deixando Daniel Guedes um pouco isolado na lateral direita do campo. Apesar disso, deu a assistência para o gol de Gabriel e foi bem no jogo.

Jean Mota 8,5: Outro jogador que dominou o meio de campo. Ele ditou o ritmo da partida, com belos passes e lançamentos, além de ter dado a assistência para o gol de Lucas Veríssimo. Mostrou que pode ser o tão desejado 10 santista.

Léo Cittadini 6,5: Um pouco ansioso, errou passes simples e comprometeu o jogo no primeiro tempo, onde o Estudiantes teve grande parte de suas chances em erros de passe dele. Voltou mais ligado para o segundo tempo e assim se manteve.

Rodrygo 9: O melhor da partida. Com grandes jogadas individuais, ajudou muito ao Dodô poder jogar com liberdade na lateral esquerda. O mais novo menino da vila ainda criou muitas jogadas e chances para sua equipe. Ditou o ritmo e mandou na partida.

Gabriel Barbosa 8: Apareceu pouco, mas quando apareceu, foi efetivo. Marcou o gol e perdeu mais algumas chances. Foi bem quando acionado.

Renato 6,5: Pouco fez no jogo, mas na sua função de marcar e sair pro jogo, foi bem no pouco tempo que teve.

Arthur Gomes 6,5: Pouco tempo teve para desempenhar seu futebol, mas sofreu faltas e criou problemas para a defesa argentina.

Vitor Bueno SEM NOTA: Pouco atuou, nota não foi definida.