1-0, Thiago Neves, min. 9. 2-0, Rafinha, min. 17. 3-0, Sassá, min. 43. 4-0, Arrascaeta, min. 52. 5-0, Sassá, min. 61. 6-0, Thiago Neves, min. 74. 7-0, Rafael Sóbis, min. 80.
Celestial! Cruzeiro atropela Universidad de Chile e depende apenas de si por vaga nas oitavas

Celestial! Cruzeiro atropela Universidad de Chile e depende apenas de si por vaga nas oitavas

Raposa dilacera, aproveita superioridade numérica, fragilidade do oponente e ataque em alto nível para construir maior goleada da Taça Libertadores da América até o momento

tainanmelo
Taynã Melo

Uma atuação sem maiores comentários. Expressiva, mais que eficiente, convincente. Uma goleada para reanimar o ambiente do Cruzeiro e espantar qualquer crítica para longe. Na noite desta quinta-feira (26), pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América, a Raposa não tomou conhecimento da Universidad de Chile e venceu por 7 a 0. Superou, convenceu e atropelou. Um passeio no Mineirão. Desta vez, alegria para os donos da casa.

Douglas Magno/AFP/Getty Images

O Cruzeiro estava mais necessitado do resultado e precisava fazer valer o mando de campo para voltar a depender apenas dos próprios resultados para buscar uma vaga nos confrontos eliminatórios do torneio continental. A Raposa começou na correria e usou o lado esquerdo do ataque para pressionar o oponente. Desde os primeiros momentos, o time quis fazer valer o mando de campo, encurralou o adversário e colocou todos no ataque. A estratégia deu certo e a goleada começou a ser construída aos nove minutos. Thiago Neves cobrou falta com categoria e abriu o marcador. A sintonia entre clube e torcida ficou mais ampla. Como resultado, bola na rede. Aos 17, Thiago Neves lançou Sassá, e o atacante encobriu Johnny Herrera. Rafinha escorou de cabeça para a bola entrar e ampliar a vantagem.

A Universidad de Chile tentava ficar um pouco com a bola no pé para cadenciar o jogo e minimizar a pressão, mas o Cruzeiro estava determinado a buscar uma vitória efetiva. Thiago Neves deu carrinho no setor defensivo, roubou a bola e tabelou com Arrascaeta. O uruguaio entrou na área e foi derrubado por Vilches. Penalidade máxima. Na cobrança, Sassá colocou no canto oposto ao goleiro e anotou 3 a 0 no resultado do primeiro tempo. Aos 45, Vilches cometeu nova falta para cartão, foi advertido novamente e recebeu o vermelho. A situação só piorava aos chilenos.

Douglas Magno/AFP/Getty Images

E realmente ficou trágica do ponto de vista dos visitantes. O time mudou o esquema tático e quase marcou o primeiro logo no minuto inicial. Depois de cruzamento na área, Araos desviou de cabeça e Fábio defendeu. Aos três, o outro zagueiro de La U foi expulso. Echeverría cometeu falta em Arrascaeta, recebeu o segundo amarelo e o vermelho em seguida. Sem dois zagueiros, a situação para os chilenos ficou ainda mais complicada. Melhor para os celestes. A exibição admirável no primeiro tempo virou um espetáculo, uma vez que o Cruzeiro não mudou o ritmo.

Aos sete minutos, Edílson avançou pela esquerda e Arrascaeta completou de primeira para marcar o quarto gol cruzeirense. Aos 16, Thiago Neves tocou para Egídio. O lateral-esquerdo cruzou na área e Sassá chegou com tudo para marcar seu segundo tento no jogo, o quinto dos mineiros. Enquanto La U chegava muito pouco e Fábio atuava sem problemas, o ataque brasileiro trucidava sem piedade. Aos 29, Arrascaeta passou pela marcação e tocou para Lucas Romero. O meia ajeitou de cabeça e Thiago Neves também marca pela segunda vez na partida. Aos 35, a contagem foi fechada. Egídio cruzou e Rafael Sóbis se antecipou ao goleiro para fechar a conta: 7 a 0.

Douglas Magno/AFP/Getty Images

Com o resultado, o Cruzeiro assume a segunda posição do Grupo 5, com cinco pontos ganhos e saldo de gols melhor que La U, que fica na terceira colocação. Pela Libertadores, o Cruzeiro vai enfrentar o Vasco da Gama, às 21h45 da próxima quarta-feira (2), em São Januário. Por sua vez, a Universidad de Chile vai enfrentar o Racing no Cilindro, em Avellaneda, às 19h15 da quinta-feira (3). Antes, porém, a Raposa vai enfrentar o Internacional no Beira-Rio, às 19 horas do domingo (29), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo
CHAT