Em jogo movimentado, Bahia e Atlético-PR empatam sem gols na Fonte Nova
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Em jogo movimentado, Bahia e Atlético-PR empatam sem gols na Fonte Nova

Jogando em casa, tricolor baiano esteve mais presente no  campo de ataque

ribeiirofelipe
Felipe Targino

Pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro 2018, Bahia e Atlético Paranaense duelaram na tarde deste domingo (29), em jogo na Arena Fonte Nova. Próximos na tabela de classificação, as duas equipes buscavam o resultado positivo para embalar no início da competição. Apesar da partida movimentada e com chances criadas dos dois lados, o tricolor e o rubro-negro não conseguiram tirar o zero do placar.

Após derrota na estreia, o esquedrão baiano se recuperou com um gol no último minuto de partida contra a equipe do Santos, na rodada anterior, somando então os primeiros três pontos no torneio. Já o furacão, iniciou a campanha com goleada e vem de um empate sem gols, fora de casa, com o Grêmio.

Pressão do time da casa na primeira etapa

A partida começou de forma agradável. Com o Atlético Paranaense apostando na posse de bola, o Bahia aproveitava o mando de campo para ser agressivo e ocupar o campo de ataque. A primeira finalização ao gol do tricolor aconteceu logo aos quatro minutos de partida. Em triangulação de Zé Rafael, Nino Paraíba e Vinicius, o meia dominou na entrada da área e finalizou rasteiro, sem perigo.

Intensificando a marcação alta, o time baiano chegou novamente aos sete minutos. Nino Paraíba recebeu próximo a entrada da área e arriscou chute forte, a bola passou rente a trave e assustou o goleiro Santos. O Bahia então continuava em cima. A chance mais perigosa da primeira etapa veio aos 29 minutos. Zé Rafael recebeu na entrada da área e finalizou rasteiro, a bola beijou a trave e saiu pela linha de fundo.

Acudado em grande parte da etapa inicial, o Atlético chegou ao gol baiano apenas em quatro oportunidades, contra nove finalizações do adversário da casa. Mesmo assim, não levou grande perigo a meta de Douglas. Apesar da maior posse de bola, o time rubro-negro sentiu que precisava sair para o jogo e pressionar o adversário da casa se quisesse sair com um resultado satisfatório. 

Mesmo com reação atleticana, partida termina sem gols

A segunda etapa prometia um jogo ainda mais agradável. Necessitando de mais agressividade ofensiva, o Atlético Paranaense decidiu apostar mais no ataque. Dessa forma, logo aos seis minutos criou a jogada mais perigosa da equipe até então. Em jogada individual pela direita, Matheus Rossetto chegou a linha de fundo e cruzou para área, livre, Guilherme finalizou de primeira,mas Zé Rafael em cima da linha evitou o gol rubro-negro.

O Bahia não desistiu de se impor e continuou com o ímpeto visto na primeira etapa. Não demorou muito para o tricolor voltar a ter o domínio da partida. Com 10 minutos, Zé Rafael avançou pela direita e cruzou pra área, Edigar Junio só escorou e Douglas espalmou, no rebote, Élber chutou em cima da defesa.

Se aproveitando do bom momento, o Bahia marcou aos 13 minutos, mas o árbitro assinalou impedimento. Em jogada de Nino Paraíba, o lateral cruzou para área e Everson, impedido, escorou para a rede. Não valeu.

Só dava Bahia. Com 15 minutos, Élber cruzou para Zé Rafael, o meia cabeceou mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 23, tabela entre Léo e Vinícius, e o meia apareceu de frente para o goleiro. Na finalização, melhor para o goleiro Santos, que evitou o gol do esquadrão.

Novamente acuado por conta do grande volume de jogo do time da casa no ataque, o furacão tentava encontrar alternativas para achar um gol. Com 29 minutos, Carleto cobrou falta na barreira, mas a chance mais perigosa do rubro-negro ainda estava por vir.

Na bola parada surgiu melhor chance do furacão na partida. Aos 38 minutos, em jogada individual, Nikão sofreu falta na entrada da área. Carleto cobrou com perfeição mas a bola explodiu no travessão e saiu.

A resposta do Bahia veio um minuto depois. Júnior Brumado recebeu na intermediária, driblou a marcação e arriscou um belo chute, a bola passou com muito perigo. Ainda dava tempo para mais. Aos 42, em rebote da defesa, Nikão chutou forte e a bola passou por cima, rente a trave de Douglas.

O jogo então ficou nisso. Bahia e Atlético Paranaense empataram sem gols na tarde deste domingo na Arena Fonte Nova.

VAVEL Logo
CHAT