Alexandre Faganello elogia atuação e jogadores do Bahia mesmo com empate: “Estão de parabéns”

Auxiliar substituiu técnico Guto Ferreira, suspenso, e não minimizou elogios aos seus comandados apesar de partida sem gols

Alexandre Faganello elogia atuação e jogadores do Bahia mesmo com empate: “Estão de parabéns”
(Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia e Atlético-PR se enfrentaram na tarde deste domingo (29) na Fonte Nova em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro e não saíram do zero muito por conta da boa atuação do goleiro Santos, do Furacão. Após o confronto, Alexandre Faganello falou com a imprensa. 

O auxiliar foi encarregado de substituir o técnico Guto Ferreira, que foi expulso na partida do último fim de semana em que o Tricolor venceu o Santos por 1 a 0 também na Fonte Nova. 

Faganello destacou a boa atuação de seus comandados e resumiu o que foi a partida. Segundo o assistente, Guto Ferreira está contente com a postura apesar do empate sem gols. 

“Dentro do que a gente se propôs a fazer, acho que conseguimos. Fomos superiores do início ao fim. Claro que 90 minutos, enfrentando o Atlético-PR, que tem sua qualidade, a gente ia levar um ataque ou outro. Nossa equipe pressionou do início ao fim, apertou a saída de bola deles, recuperamos bola na frente da área, poderíamos ter um pouco mais de calma para ter criado chances de marcar. Fiquei satisfeito, conversei com o Guto, está muito satisfeito, faltou o principal, que foi o gol. Segundo tempo a gente continuou com a mesma proposta de jogo. Criamos várias ocasiões, tivemos mais de 20 conclusões ao gol, contra 9 deles. Isso mostra o que foi o confronto. Fomos superior do início ao fim”

O substituto de Guto destacou a nítida evolução da equipe e avaliou como a melhor partida do Esquadrão de Aço na temporada. O comandante ressaltou o nível do Campeonato. 

“Acho que o Bahia vem crescendo, se adaptando ao Campeonato Brasileiro, que possui um nível maior, não desmerecendo as outras competições. A equipe tem evoluído. Não tenho dúvida que essa partida que a gente fez contra o Atlético-PR, vai ter muita importância para a sequência. É tirar como exemplo essa partida e a diante do Santos para conquistar os triunfos no Brasileiro. Tem que evoluir a cada momento, a cada jogo. Esse foi mais um que a gente superou. Na minha visão foi o melhor jogo que a gente fez. Tem que pegar isso aí e levar para os outros jogos. Fora também a gente tem que ter esse mesmo padrão, ter a personalidade que jogou aqui. Só assim a gente vai almejar”

Sobre o desgaste físico, Faganello atribuiu o fato a forte marcação desde o início: “Normal. A nossa equipe marcou forte quase o jogo todo. Ia chegar a hora que ia haver o cansaço. Infelizmente perdemos o Becão no primeiro tempo. Sabia que no final da partida ia ter que recuar a linha. Jogadores e a parte física estão de parabéns”

Por fim, o auxiliar comentou sobre o jogo de volta das quartas de final da Copa do Nordeste e sobre quem poderá atuar: “A gente vai ter que analisar os atletas amanhã, as condições, para que Guto possa montar a equipe da melhor maneira possível. Eu falar quem a gente vai ter à disposição é impossível. A gente vem de uma sequência muito longa de partidas. É esperar para ver como esses jogadores vão se reapresentar para pensar em quinta-feira”